APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: PATTY NAYRIANE - ELLYN FONSECA - BEATRIZ MENDONÇA - TAYSA SILVA - MARIELLA PAOLA - MARY FERNANDES - DANIELLE MEIRA - *Thays e Thamirys - ELLEN SOARES - DARLENE SOARES - MILENA RILANI - ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA LIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - JOSIANE MEDEIROS - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADES - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 07 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

domingo, 30 de junho de 2013

Morre Ciro Flamarion Cardoso

Faleceu o historiador Ciro Flamarion Cardoso



Na tarde deste sábado, 29 de junho, faleceu, aos 70 anos, um dos maiores historiadores brasileiros, o Prof. Dr. Ciro Flamarion Cardoso, Titular de História Antiga e Medieval do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Ciro nasceu em Goiânia, em 1942. Graduou-se em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1965, e doutorou-se na mesma área na Université de Paris X, Nanterre, em 1971. Realizou seu Pós-Doutorado na New York University, em 1984.

Além disto, ao longo de sua trajetória, acumulou prêmios, publicou/organizou mais de 40 livros, formou doutores e foi professor da UFRJ, da PUC-Rio e de instituições na França e no México. À trajetória de Ciro agrega-se o desenvolvimento de pesquisas concernentes à Metodologia de Pesquisa Científica, à ocupação joanina da Guiana Francesa, à escravidão na América e ao Egito Antigo, tema ao qual dedicava-se nos últimos anos.


O velório de Ciro será no domingo, 30 de junho, das 10 às 14h na capela 1 do Parque da Colina, em Pendotiba, Niterói.

Apresentadores de tv australiana discutem no ar se no Brasil se fala espanhol ou Italiano

Mais tarde, após a gafe, apresentador principal pediu desculpas. “Me desculpem, realmente eu me enganei, é português que se fala no Brasil


Os apresentadores do “Today Show” da Austrália se desculparam após cometer uma gafe ao vivo.
Eles repetiram as expressões brasileiras “legal” e “do caralho”, mas não sabiam qual o idioma falado aqui.
“Estou falando uma expressão em espanhol: ‘legal’”, disse um dos apresentadores.
“Eles não falam italiano no Brasil?”, contestou o outro. “Não, é espanhol”, garantiu o primeiro.
A apresentadora loira os corrige. “É português!” Ao que os outros insistem: “Não, lá se fala italiano”.
“Eles falam brasileiro!”, conclui outro, rindo.
Mais tarde, o apresentador principal pediu desculpas. “Me desculpem, realmente eu me enganei, é português que se fala no Brasil”.
Parem de reclamar, eu pedi desculpas!”, pede.
Assista ao momento da gafe abaixo:


Via Pragmatismo Político

Datafolha:Lula venceria no primeiro turno


A pesquisa Datafolha fez também simulações incluindo o ex-presidente Lula como candidato à presidência da República, em 2014; ele teria 46% dos votos, contra 37% dos adversários Marina Silva, Aécio Neves e Eduardo Campos somados; mesmo com a inclusão de Joaquim Barbosa entre os presidenciáveis, Lula continuaria vencendo em primeiro turno; resultado, melhor do que o da presidente Dilma, terá consequência óbvia: Lula será pressionado pelo PT e por partidos da base aliada a retornar ao jogo político, antes do que se previa; será que ele topa disputar mais uma eleição?

Nas próximas horas, dias, semanas... uma única questão estará colocada no ambiente político: o ex-presidente Lula voltará ou não já em 2014? Se faltava um argumento nessa direção, ele está também colocado nos números da pesquisa Datafolha, que será divulgada amanhã pela Folha de S. Paulo, em sua edição impressa, mas está sendo antecipada, agora, pelo 247.

No levantamento, o Datafolha fez simulações incluindo o nome do ex-presidente Lula como presidenciável. Ao contrário da presidente Dilma Rousseff, ele venceria seus adversários em primeiro turno.

Confira os cenários do Datafolha:

1) Lula, Marina, Aécio e Eduardo

Lula                               46%

Marina Silva                   19%

Aécio Neves                   14%

Eduardo Campos             4%

Total Lula                     46%

Total adversários          37%

Diferença                      9 pontos

2) Lula, Marina, Aécio, Eduardo e Joaquim Barbosa

Lula                               45%

Marina Silva                   14%

Joaquim Barbosa            13%

Aécio Neves                   12%

Eduardo Campos             4%

Total Lula                     45%

Total adversários          43%

Diferença                      2 pontos

3) Dilma, Marina, Aécio e Eduardo

Dilma                            30%

Marina Silva                   23%

Aécio Neves                   17%

Eduardo Campos             7%

Total Dilma                   30%

Total adversários          47%

Diferença                   -  17 pontos

2) Dilma, Marina, Aécio, Eduardo e Joaquim Barbosa

Dilma                              29%

Marina Silva                   18%

Joaquim Barbosa            15%

Aécio Neves                   15%

Eduardo Campos             5%

Total Dilma                    29%

Total adversários          53%

Diferença                    -  24 pontos

Leia ainda reportagens sobre a queda na popularidade da presidente Dilma (aqui), sobre a pesquisa que aponta sua ida ao segundo turno (aqui) e sobre o debate no PT relacionado à volta de Lula (aqui).

Deve-se ressaltar que os protestos também atingiram a popularidade de Lula, mas não o bastante para evitar sua vitória em primeiro turno. Antes das manifestações, ele tinha 55% das intenções de voto, nos dois cenários (com ou sem Joaquim Barbosa). Cumprindo agenda na África, o ex-presidente hoje faz campanha pelo Prêmio Nobel da Paz e, em declarações públicas, tem dito que não será candidato.Brasil 247


Via O TERROR DO NORDESTE

sábado, 29 de junho de 2013

Argentinos zombam da rede Globo

Os irmãos argentinos se dão conta da tamanha hipocrisia da imprensa golpista reinante o Brasil, vamos ao vídeo:


Rafa Gehring - A Bela da Semana


...E quando as agruras da vida quiserem nos confiscar os sorrisos, e quando os estresses do dia a dia quiserem tirar a cor dos nossos olhos, e quando os reveses e os descaminhos quiserem impedir nossa plenitude, olharemos para as mulheres, vislumbraremos estes seres nascidos em condição superior, nelas, há os atrativos que ainda fazem o mundo valer a pena, olharemos, pois, para os traços, para cada linha que dá forma à estas Deusas de corpos sinuosos.

Olharemos, pois, para Rafa Gehring. Nela há o linear, os moldes da perfeição, a descrição da beleza inenarrável, da formosura destas tantas mulheres de pele morena e cabelos de reluzentes negrumes. Contemplaremos, pois, Rafa Gehring, poesia ímpar de infinita beleza, louvemos através dela, a supremacia feminina, decantemos o fenômeno mulher, nos enigmas de seus poderes hipnóticos, na força sublime que nos abduz... glorificado seja o poder sedutor destes corpos que compõem a realeza mulher.

Homenageamos, pois, Rafa Gehring, ela, flor de plenos mimos, ela que por direito, apossou-se do título de bela, ela que de grandeza desmedida, é a materialização da própria beleza.

Ela existe para os olhos insaciáveis, aos olhos que se iluminam em presenciar o máximo, assim sendo, está diante de nós, a beleza indizível...

Rafa Gehring, nossos sentidos degustam de maneira extasiante o prazer de contemplá-la...

Deleitemo-nos nós os seres limitados, o que é admirável está entre nós, brindemos a nossa sorte... Se uma imagem vale mais que mil palavras, ela se apresenta em sua deidade peculiar, o prazer é imensurável, Rafa Gehring é a Bela da Semana.

*RAFA GEHRING – 18 Anos – Nova Londrina Paraná – Filha de Synthia Gehring e Jackson Moraes – Rafa está formada no ensino médio.


sexta-feira, 28 de junho de 2013

SOMOS TODOS VÂNDALOS

Por aqui somos todos vândalos


Se lutar por mais igualdade e justiça social é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra o genocídio da juventude negra é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por uma cidade onde a liberdade de ir e vir seja um direito de todos é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar pelo direito ao meu próprio corpo e prazer é ser vândala, somos todos vândalas;
Se lutar contra o autoritarismo do patriarcado (fundamentalismos religiosos e das instituições militares e outros) é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra a cura gay é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por uma educação que não reproduza as ideologias da desigualdade é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por um sistema político que inclua a voz da população é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar pelo direito de decidir sobre os rumos da minha cidade, estado e país é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar pelo direitos sociais, políticos e sexuais de travestis e transexuais é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra o racismo institucional da universidade é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra a homofobia é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar pelo direito a moradia digna é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por justiça e igualdade no campo é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra o genocídio dos guarani kaiowá é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por uma universidade mais justa e diversa é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar por uma mídia mais democrática é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar para o que é público seja de fato público é ser vândalo, somos todos vândalos;
Se lutar contra a ideia de que vândalos são aqueles jovens pretos, pobres e noiados - marginais por natureza - é ser vândalo, somos todos vândalos.

Por: Claudia Andréa Mayorga Borges, Doutora em Psicologia Social pela Universidade Complutense de Madri – Espanha (2007) com foco em estudo sobre gênero, política e feminismo. É professora Adjunta do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais e do Programa de Pós-graduação em Psicologia (www.fafich.ufmg.br/pospsicologia). É também pesquisadora e coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Psicologia Política (www.fafich.ufmg.br/npp). Foi membro da Diretoria Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social (2004/2005) e vice-presidente da Abrapso Regional Minas (2006/2007). Editora da Revista Psicologia & Sociedade (set 2011//2015), periódico científico da Abrapso. Coordena o Programa Conexões de Saberes na UFMG: Diálogos entre Universidade e Comunidades Populares e é tutora PET Conexões. Possui “grant” pesquisadora pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Áreas de pesquisa e atuação: Psicologia Social e Feminismo com os seguintes temas: gênero, relações raciais e política; migrações internacionais; juventude e participação; psicologia comunitária; políticas públicas e participação social.
(Fonte: Plataforma Lattes)

Hoje é o último dia de inscrições para o vestibular da Fafipa


Terminam hoje as inscrições para o Vestibular de Inverno 2013 da Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí (Unespar/Fafipa). Interessados devem acessar www.fafipa.br/vestibular para se inscrever. 

Depois, é necessário fazer o pagamento da taxa de R$ 85,00

Para validar a inscrição, o candidato precisa encaminhar para a Unespar/Fafipa o requerimento (disponível no site) devidamente assinado, uma foto 3x4 recente, cópia do RG e cópia do boleto bancário quitado.
As provas serão aplicadas nos dias 8 e 9 de julho. As opções de cursos são as seguintes: Administração, Ciências, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Educação Física, Enfermagem, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia e Serviço Social.

SERVIÇO - Mais informações podem ser obtidas no site da Unespar/Fafipa ou pelo telefone (44) 3423-3210.

Via Diário do Noroeste

Em semana de protestos, Richa dá cargo de secretário a antigo aliado acusado de peculato no Paraná

Deu no Blogue O TERROR DO NORDESTE


Beto Richa (PSDB), governador do Paraná, nomeou aliado condenado por improbidade administrativa

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), nomeou como secretário especial do Cerimonial e Relações Internacionais um aliado de longa data condenado por improbidade administrativa e que responde a ação criminal por peculato por conta de uma acusação de desvio de dinheiro público. Nessa quarta-feira (26), o Senado aprovou projeto que transforma corrupção em crime hediondo.

Com a nomeação, no último dia 19, Ezequias Moreira ganha direito a foro especial na continuidade do processo. Se não tivesse ganhado esse cargo no primeiro escalão do governo do Paraná, ele deveria comparecer a audiência e julgamento do caso, prevista para a 5.ª Vara Criminal de Curitiba, já nesta quinta-feira (27).

Agora, porém, o próprio MPE (Ministério Público Estadual), autor da denúncia, informou que "manifestou-se pela remessa do processo ao Tribunal de Justiça, uma vez que o réu passou a ter o direito a foro por prerrogativa de função".

"Sogra-fantasma"

Ezequias Moreira trabalhou no gabinete de Richa na Assembleia Legislativa quando o governador era deputado estadual, na década de 1990. Quando o tucano se elegeu prefeito, em 2004, Moreira tornou-se chefe de gabinete dele.

Em 2007, veio à tona que a sogra de Moreira, Verônica Durau, detinha cargo em comissão na Assembleia havia 11 anos, ainda que ela mesma tivesse admitido que nunca trabalhara na casa.

Segundo a denúncia que resultou na ação movida pelo MPE, os salários em nome dela (R$ 3.400 mensais) eram depositados em conta bancária em nome do aliado de Richa. No Paraná, o escândalo ficou conhecido como o "caso da sogra-fantasma".

Diretor da Sanepar

Exonerado uma semana após a eclosão da denúncia, Moreira devolveu espontaneamente cerca de R$ 530 mil aos cofres públicos, referentes ao dinheiro recebido indevidamente, com correção.

Quando Richa se elegeu governador, em 2010, o aliado recebeu o cargo de diretor de Relações com Investidores na Sanepar, empresa estatal de saneamento básico. Moreira ocupava o cargo na diretoria da estatal quando foi condenado pela Justiça por improbidade, em ação administrativa movida pelo MPE. A pena foi uma multa.

A outra ação, criminal, pode levar o aliado de Richa à prisão – a pena para o crime de peculato chega a 12 anos de detenção. Com o foro especial, porém, o julgamento deve atrasar, e a chance de não haver punição aumenta.

Caso o agora secretário seja condenado à pena mínima, de dois anos de detenção, o crime será considerado prescrito.

Outro lado

Procurado pelo UOL para comentar o caso, o governo do Estado respondeu por meio de nota oficial. Diz o texto:

"A nomeação de Ezequias Moreira para o cargo de secretário especial de Cerimonial e Relações Internacionais se deu devido a sua capacidade para exercer o cargo e por já fazer parte da equipe de governo.

"Atualmente ele ocupa a diretoria de Relações com Investidores na Sanepar. Para assumir o cargo na estatal, ele passou por criteriosa avaliação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

"Moreira assume um cargo que estava vago na estrutura do Executivo, pois havia uma demanda latente no governo para melhorar a organização de eventos promovidos pelo Estado, tanto na capital quanto no interior.

"Não há qualquer restrição legal quanto à nomeação de Ezequias Moreira para o cargo. O governo respeita a Lei da Ficha Limpa, sancionada pelo governador Beto Richa."Uol.

O mensalão da globo

 
O Cafezinho acaba de ter acesso a uma investigação da Receita Federal sobre uma sonegação milionária da Rede Globo. Trata-se de um processo concluído em 2006, que resultou num auto de infração assinado pela Delegacia da Receita Federal referente à sonegação de R$ 183,14 milhões, em valores não atualizados. Somando juros e multa, já definidos pelo fisco, o valor que a Globo devia ao contribuinte brasileiro em 2006 sobe a R$ 615 milhões. Alguém calcule o quanto isso dá hoje.
A fraude da Globo se deu durante o governo Fernando Henrique Cardoso, numa operação tipicamente tucana, com uso de paraíso fiscal. A emissora disfarçou a compra dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002 como investimentos em participação societária no exterior.  O réu do processo é o cidadão José Roberto Marinho, CPF número 374.224.487-68, proprietário da empresa acusada de sonegação.
Esconder dólares na cueca é coisa de petista aloprado. Se não há provas para o mensalão petista, ou antes, se há provas que o dinheiro da Visanet foi licitamente usado em publicidade, o mensalão da Globo é generoso em documentos que provam sua existência. Mais especificamente, 12 documentos, todos mostrados ao fim do post. Uso o termo mensalão porque a Globo também cultiva seu lobby no congresso. Também usa dinheiro e influência para aprovar ou bloquear leis. O processo correu até o momento em segredo de justiça, já que, no Brasil, apenas documentos relativos a petistas são alvo de vazamento. Tudo que se relaciona à Globo, à Dantas, ao PSDB, permanece quase sempre sob sete chaves. Mesmo quando vem à tona, a operação para abafar as investigações sempre é bem sucedida. Vide a inércia da Procuradoria em investigar a privataria tucana, e do STF em levar adiante o julgamento do mensalão “mineiro”.
Pedimos encarecidamente ao Ministério Publico, mais que nunca empoderado pelas manifestações de rua, que investigue a sonegação da Globo, exija o ressarcimento dos cofres públicos e peça a condenação dos responsáveis.
O sindicato nacional dos auditores fiscais estima que a sonegação no Brasil totaliza mais de R$ 400 bilhões. Deste total, as organizações Globo respondem por um percentual significativo.
A informação reforça a ideia de que o plebiscito que governo e congresso enviarão ao povo deve incluir a democratização da mídia. O Brasil não pode continuar refém de um monopólio que não contente em lesar o povo sonegando e manipulando informações, também o rouba na forma de crimes contra o fisco.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Gigante pela própria natureza

Desde meus áureos tempos de 1.o e 2.o graus colegiais nas minhas cidades de Marilena/Nova Londrina PR, entre meados dos anos 60 e 70, ouço falar no gigante adormecido que é este Brasil. Ainda criança, diziam os mais experientes que, até o mundo se acabar (às 00:00 horas do dia 01/01/2000), este País seria a grande potência mundial.


Verdade que, após o plano real, muita coisa mudou. Afinal, temos uma moeda estável, uma economia dinâmica e, o mais importante, melhorou-se o padrão de vida principalmente das classes C e D. Não obstante, parece-me que o gigante ainda continua adormecido!

Agora, diante da onda de manifestações que tomou conta do País neste mês de Junho, aproxima-se, a meu ver, uma "luz no fim do túnel". Ou seria somente um espamo ou um debater-se do gigante adormecido? Senão, quem sabe, o trem vindo em sentido contrário?

Pelo menos, confesso que na minha existência, a par do vandalismo implantado por alguns bandidos, jamais vi em tamanha magnitude um sentimento de civilidade a assolar o povo através da exigência de seus direitos legais. Também entendo que todo cidadão tem direito à aplicação correta de seus impostos através da saúde, da educação e da segurança de boa qualidade.

Agora, parece-me que os políticos começaram a descobrir que o povo está insatisfeito, que embaixo do tapete, de tão cheio, já não cabe mais sujeira, que a conta deve ser paga, sim, mas o serviço deve ser entregue! Então, rejeitaram a PEC 37 (um abuso à nossa inteligência, caso aprovada), normatizaram corrupção como crime hediondo (até que enfim!), estipularam que os recursos dos royalties do petróleo serão destinados 25% para a saúde (acho que devia ser 50%) e 75% para a educação. Esperemos que não parem por aí!

Somente questiono: e a segurança? Muito pouco -- diria quase nada -- foi abordado sobre esse assunto. Além do plano de tratamento dos doentes químicos -- metodologia de "tapar o sol com a peneira" -- onde estão as medidas para o 
efetivo combate ao tráfico de drogas? Em um gráfico de Pareto, caso seja feito esse estudo, mesmo numa análise bem simples, ficará amplamente evidenciado o enorme peso das drogas no quesito violência. 

Voltando ao tema educação, insisto que devemos começar pela nossa própria casa, através da orientação aos nossos filhos sobre a conduta na vida, no trânsito, no trabalho, de forma a erradicarmos para sempre as questões do "levar vantagem em tudo" e do "jeitinho brasileiro".

Talvez assim consigamos despertar esse gigante, de vez!
.

PSDB esconde no armário o tucano da “cura-gay”

Deu na Folha:

“Após o projeto conhecido como “cura gay” virar alvo dos protestos que tomam as ruas do país, o PSDB divulgou nesta quarta-feira (26) uma nota se descolando do polêmico projeto, em tramitação na Câmara dos Deputados, que permite a psicólogos oferecer tratamento a homossexualidade. O documento afirma que a medida é um “retrocesso”.
A proposta é de autoria do deputado tucano João Campos (GO) e foi aprovado na semana passada pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara sob o comando do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). O receio dos tucanos é que a legenda seja responsabilizada pela proposta e isso seja explorado eleitoralmente.”
Agora, pessoal? Enquanto as críticas iam – merecidamente, também – pro Marco Feliciano, vocês não sabiam que a “cura-gay” era ideia tucana?
Esse pessoal que não assume…
Por: Fernando Brito
No Tijolaço

Da série notícias que você não verá na Rede Globo:

Via WWW.POS-QUIM.COM

Ditadura criou cadeias para índios com trabalhos forçados e torturas

Nem os índios eles pouparam:



Por Agência Pública

O pataxó Diógenes conta ter sido enviado ao Krenak 
após fazendeiros ocuparem as terras de sua família
São Paulo – Durante os anos de chumbo, após o golpe de 1964, a Fundação Nacional do Índio (Funai) manteve silenciosamente em Minas Gerais dois centros para a detenção de índios considerados “infratores”. Para lá foram levados mais de cem indivíduos de dezenas de etnias, oriundos de ao menos 11 estados das cinco regiões do país. O Reformatório Krenak, em Resplendor (MG), e a Fazenda Guarani, em Carmésia (MG), eram geridos e vigiados por policiais militares. Sobre eles recaem diversas denúncias de violações de direitos humanos.

Os “campos de concentração” étnicos em Minas Gerais representaram uma radicalização de práticas repressivas que já existiam na época do antigo Serviço de Proteção aos Índios (SPI) – órgão federal, criado em 1910, substituído pela Funai em 1967. Em diversas aldeias, os servidores do SPI, muitos deles de origem militar, implantaram castigos cruéis e cadeias desumanas para prender índios. 

Os anos desde o fim da ditadura pouco contribuíram para tirar da obscuridade a existência dos presídios indígenas. Um silêncio que incomoda novas lideranças como Douglas Krenak, 30 anos, ex-coordenador do Conselho dos Povos Indígenas de Minas Gerais (Copimg). “Em 2009, recebi um convite para participar das comemorações, em Belo Horizonte (MG), dos 30 anos da Anistia no Brasil. Havia toda uma discussão sobre a indenização dos que sofreram com a ditadura, mas a questão indígena não foi nem sequer lembrada”, reclama. Douglas é mais um entre os que têm histórias familiares de violência física e cultural sofridas nesse período. “Meu avô foi preso no reformatório Krenak”, conta. “Chegou a ser arrastado com o cavalo de um militar, amarrado pelos pés”. 

Para a pedagoga Geralda Soares, ex-integrante do Conselho Indigenista Missionário em Minas Gerais (Cimi/MG), é fundamental reparar a dívida com os indígenas vítimas de violências no período – que, acredita ela, não difere daquela reconhecida como direito de outros grupos que sofreram nos porões da ditadura. “Muitos desses índios, na minha concepção, são presos políticos. Na verdade, eles estavam em uma luta justa, lutando pela terra”, defende. Não existe, no Brasil, nenhum indivíduo ou comunidade indígena indenizado pelos crimes cometidos pelo Estado nessas áreas de confinamento. 

“Se cabe para os outros, porque não cabe para os índios?”, questiona Maria Hilda Baqueiro Paraíso, professora associada da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ela lembra que há relatos de pessoas desaparecidas após ingressarem em tais locais, cujos familiares vivem até hoje sem qualquer tipo de resposta do Estado ou política de reparação. 

A Comissão Nacional da Verdade (CNV), instalada pelo governo federal em maio de 2012, definiu os crimes contra camponeses e indígenas como um dos seus 13 eixos de trabalho. O balanço de um ano de atividades da CNV, divulgado recentemente, informa que a existência de prisões destinadas a índios é um dos seus objetos de pesquisa. A Agência Pública entrou em contato para saber mais detalhes sobre as apurações que estão sendo realizadas, mas a Comissão não se pronunciou.
Leia a reportagem completa da Agência Pública no site.

Via Rede Brasil Atual

Movimentos populares africanos dizem não a Barack Obama



O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, começou nesta quarta-feira (26) sua polêmica viagem ao continente africano, onde vários grupos e numerosos coletivos se preparam para levar a cabo protestos sob o lema “Não Obama”. 

Segundo os meios de comunicação ocidentais, o mandatário norte-americano iniciou seu giro de uma semana de duração acompanhado por sua esposa e suas duas filhas, uma viagem que custará à Casa Branca cerca de 100 milhões de dólares.

Diversos sindicatos e organizações, entre outros, o Congreso de Sindicatos Sul-africanos (Cosatu, na sigla em inglês) e o Sindicato Nacional de Trabalhadores na Educação, Saúde e Afins (NEHAWU, na sigla em inglês), informaram sobre seus preparativos para protestar contra Obama na capital da África do Sul, na sexta-feira (28).

Depois da vitória de Obama, o primeiro presidente afrodescendente dos Estados Unidos, muita gente do continente africano teve a ilusão de que o mandatário norte-americano tivesse em conta seus problemas e ajudasse seus países com investimentos, mas nada disso se confirmou.

De acordo com as mesmas fontes, a viagem de Obama pelo Senegal, África do Sul e Tanzânia se realiza sob o pretexto de reforçar o comércio, o investimento, as oportunidades econômicas e o apoio à consolidação democrática no continente.

Hispan TV

Senado aprova projeto que transforma corrupção em crime hediondo


O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (26) projeto de lei que inclui as práticas de corrupção ativa e passiva, concussão, peculato e excesso de exação na lista dos crimes hediondos. Com isso, as penas mínimas desses crimes ficam maiores e eles passam a ser inafiançáveis.

Os condenados também deixam de ter direito a anistia, graça ou indulto e fica mais difícil o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão do regime de pena. O projeto agora segue para a Câmara.

O autor do projeto, senador Pedro Taques (PDT-MT), justifica que esses crimes são delitos graves praticados contra a administração pública que “violam direitos difusos e coletivos e atingem grandes extratos da população”. “É sabido que, com o desvio de dinheiro público, com a corrupção e suas formas afins de delitos, faltam verbas para a saúde, para a educação, para os presídios, para a sinalização e construção de estradas, para equipar e preparar a polícia, além de outras políticas públicas”, diz o autor do projeto.

O texto original de Taques, contudo, previa a qualificação como hediondo apenas para os crimes de corrupção ativa e passiva e de concussão (obter vantagem indevida em razão da função exercida). O relator do projeto, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), incluiu em seu parecer também os crimes de peculato (funcionário público que se apropria de dinheiro ou bens públicos ou particulares em razão do cargo) e excesso de exação (funcionário público que cobra indevidamente impostos ou serviços oferecidos gratuitamente pelo Estado).

“Sem a inclusão do peculato e do excesso de exação, a proposição torna o sistema penal incoerente, pois não há razão justificável para considerar crimes hediondos a corrupção e a concussão e não fazê-lo em relação ao peculato e ao excesso de exação”, alega Dias.

O relator também acatou emenda do senador José Sarney (PMDB-AP) para incluir homicídio simples cometido de maneira qualificada na categoria de crimes hediondos. Sarney alegou que um crime praticado contra a vida está entre os mais graves e não poderia ficar fora da lista.

Foi aprovada ainda emenda do senador Wellington Dias (PT-PI) que aumenta a pena do crime de peculato em até um terço quando ele for considerado qualificado, ou seja, cometido por autoridades e agentes políticos.

Fonte: Agência Brasil

Dirigente da Fifa se surpreende com 'cura gay' e ironiza Marco Feliciano

Rodrigo Mattos
Do UOL, no Rio de Janeiro

Responsável por coordenar a operação de jogos no Maracanã na Copa das Confederações para a Fifa, o ganês Anthony Bafoe é também um símbolo das campanhas da entidade contra a discriminação em competições. Precoceito que ele sofreu por ser um negro que desenvolveu sua carreira na Alemanha. Já se retirou de um jogo de futebol e bateu em um colega pelas ofensas. Agora, se mostra surpreso com o projeto de lei do Congresso brasileiro que propõe disponibilizar psicólogos para curar a homossexualidade, aprovado na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, presidida pelo deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP)
Questionado sobre o assunto. Bafoe inicialmente não entendeu o projeto. Perguntou se o deputado tratava a homossexualidade como doença. Quando entendeu que esse era o centro do projeto, ele soltou uma interjeição surpresa: "Uou". "Não sou político. O que posso dizer? Se ele acha que pode curar uma pessoa gay, ele [Marco Feliciano] tem muito trabalho para fazer", disse, ironizando o deputado. 
Para Bafoe, a luta contra a homofobia tem muita relação com a luta contra o racismo. "Quando era jogador, eu não vi [jogador homossexual]. Acredito que uma liga da Alemanha, La liga [Espanha], há vários. Mas, para mim, em Bonn e Colônia [onde foi criado], nunca foi uma questão. Isso tem a ver com racismo também. Eu aceito. Cresci em um ambiente muito liberal. Falamos de racismo e homofobia", contou o ex-jogador da seleção de Gana.
Sua posição é de que, se ainda tem de se falar sobre racismo, é porque ainda há um problema. Ele participa das campanhas contra discriminação da Fifa. Na Copa das Confederações, capitães das seleções vão ler mensagens antidiscriminatórias antes das semifinais da competição. No regulamento da Fifa, há previsões de perda de mando de campo, multas financeiras e perdas de pontos por manifestações racistas de torcidas.
O objetivo é evitar episódios como os ocorridos na carreira do ex-jogador ganês, iniciada na década de 80. Em uma situação, ele bateu em um colega do time do Colônia ao ser ofendido. "Sim, aconteceu. Em Colônia, houve um racista. Eu bati nele no vestiário. Depois, o presidente e o técnico me ligaram e disseram que eu não deveria fazer isso. Ninguém vai falar da minha cor, da minha família. Essa pessoa [o outro jogador] se desculpou. Não estou dizendo que violência é a solução. Não deveria dizer um jovem a fazer o mesmo. Mas eu sabia como responder além de dar um tapa nele", contou.
Em outra ocasião, a torcida do seu time, que o idolatrava, começou a fazer barulhos de macaco quando um negro do time adversário pegava na bola. Ele chutou a bola para fora do campo, parou o jogo e pediu que fosse falado pelos auto-falantes que a torcida deveria parar. Segundo Bafoe, a torcida o ouviu e parou de fazer as provocações.

No Brasil, Bafoe é o responsável pela operação técnica do Maracanã, que inclui o acerto de segurança com os times, organização de cerimônias, e serviços em geral. Ele é contratado temporariamente pela federação durante as competições. Se houver alguma manifestação discriminatória, disse que espera o relatório do juiz para que depois a Fifa possa tomar medidas disciplinares. Uma questão é que o ex-jogador aponta que a Rússia, sede do Mundial-2018, é um dos países ainda acontecem muitos incidentes de racismo.


Via MARIA DA PENHA NELES

Plebiscito será em agosto

É certo que na semana que vem – provavelmente já na segunda-feira, a Presidenta Dilma Rousseff  - mandará ao Congresso proposta convocando, ainda para o mês de agosto, o plebiscito que vai permitir que, diretamente, o povo decida sobre:
1-financiamento público de campanhas eleitorais, com a vedação de contribuições de empresas e limite (baixo) de doação para pessoa física;
2- voto por lista partidária possivelmente em dois turnos, o primeiro na legenda e o segundo em lista partidária
3-redução do número de parlamentares (proposta ainda em exame);
4- fim das coligações proporcionais;
Ainda não está fechado que serão apenas estes pontos – nestas horas, ninguém conta tudo – mas a tendência é que o número de perguntas não seja extensa.
A decisão de fazer a reforma por plebiscito foi tomada não pelo recuo em se fazer uma constituinte restrita, mas para evitar que o processo se protelasse além de 4 de outubro, um ano antes das eleições de 2014, quando a nova lei eleitoral deverá estar promulgada.
Para que isso não acontecesse, teria de ser revogado também o artigo 16 da Constituição, que define a anterioridade de leis eleitorais, detonando uma questão jurídica em torno da eficácia temporal  de  revogação de dispositivo constitucional,
O grande temor foi que se repetisse o ocorrido em março de 2006, quando a verticalização das eleições majoritárias – estabelecida por resolução do TSE – foi revogada por uma Emenda Constitucional aprovada pouco antes. O Supremo anulou a vigência da Emenda, com fundamento naquele artigo. Foram 9 votos a 2 pela derrubada e estavam lá muitos que ainda são atuais ministros do STF.
Vai ser extremamente difícil que o Congresso não retalhe em postas a proposta da Presidenta.
Essa luta tem de ser travada já,  enquanto os parlamentares estão sofrendo a pressão das ruas e se tornaram, subitamente “eficientes”, como provaram a votação dos royalties, da PEC 37 e, hoje, do agravamento das penas para o crime de corrupção.
Há um grande movimento para que Lula assuma o comando da campanha plebiscitária. Ele está totalmente disposto a isso,  cumprindo a promessa que fez, ao deixar o Governo, de que iria lutar como um leão para a aprovação da reforma política.

Fernando Brito
No Tijolaço

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Na hora da crise, beba História


Recebo de José Vicente Goulart, filho de Jango e presidente do Instituto João Goulart, um discurso pronunciado por seu pai dias antes do Golpe de 64, que nos impôs morte, trevas e opressão. Quando a direita golpista se move, mascarada debaixo de crises políticas, o melhor antídoto contra ela é nos abeberarmos das lições da história.
Afinal, o poeta espanhol George Santayana escreveu, há mais de um século, em seuA Vida da Razão: “aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”.
Leia e veja as semelhanças que, infelizmente, estão longe de serem coincidências:
Democracia é por fim a privilégios
“Brasileiros, não receio ser chamado subversivo por propagar a necessidade de revisão da atual Constituição da República, é antiquada porque legaliza uma estrutura econômica já soberana , injusta e desumana .
O povo tem que sentir a democracia que ponha fim aos privilégios de uma minoria proprietária de terras.
Acusam o Governo Federal de estar incitando a agitação e de estar pretendendo golpear o regime democrático, mas quem acusa o Governo de pretender golpear as Instituições?
São aqueles mesmos que o povo reconhece como os maiores golpistas deste país e que, em todas as oportunidades, ostensivamente, procuram desviar o Brasil do seu rumo democrático, que é o rumo do povo brasileiro.
Os que hoje dizem que o Governo conspira, são aqueles que mais vem conspirando contra os interesses do povo e do País, os mesmo que em 1950 queriam impedir a posse do Presidente Getúlio Vargas, os mesmo que em 1954 levaram o grande Presidente ao suicídio, os mesmos que, em 1956, afirmaram que o governo eleito não podia tomar posse, os mesmos que em novembro do mesmo ano pretenderam sufocar as liberdades democráticas, os mesmos que em 1961 proclamaram que um vive-presidente eleito não podia sequer pisar no solo da Pátria e invadiam jornais e encarceravam operários e líderes populares para impedir que a constituição fosse cumprida, esses mesmos que gritam hoje que o Presidente  João Goulart conspirou contra o regime e que eles são os democratas deste País; desgraça da nossa democracia se tivesse de ser defendida por aqueles que sempre estão prontos para golpeá-la.
O que eles querem encobrir com essas acusações constantes são outros propósitos e objetivos com essa campanha de difamação, de mentiras, de mistificação e confundir o povo brasileiro, para evitar que se façam dentro deste País as reformas  reclamadas pela classe operária, que não constituem apenas uma reivindicação legítima e patriótica dos brasileiros deserdados, mas sim um imperativo nacional, reclamado pelo nosso desenvolvimento e o nosso progresso.”

Câmera grava antiga estátua egípcia girando sozinha em museu inglês

Diretores do Museu de Manchester, na Inglaterra, estão ainda procurando uma explicação para um mistério em torno de uma estátua egípcia que, de acordo com imagens de um vídeo (veja abaixo), teria girado 180 graus dentro do vidro em que está exposta. 
   
A estátua de 25 centímetros de altura, de Neb-Sanu, é datada de 1800 a.C, foi encontrada dentro da tumba de uma múmia e está no museu há oito anos. Uma câmera mostra claramente quando a estátua gira em torno do seu eixo durante o dia. À noite, contudo, ela permanece parada.  

Campbell Price, um egiptólogo do museu, sugere que forças do passado podem estar atuando sobre a estátua. De acordo com entrevista ao Manchester Evening News ele disse: "eu notei um dia que ela tinha virado. Eu achei aquilo estranho porque eu sou o único que tem a chave do box de vidro em que ela está"   "Eu a coloquei de volta na posição e, no dia seguinte, ela se moveu novamente. 

Nós colocamos a câmera e, apesar de isso não ser possível ver ao olho nu, você pode ver perfeitamente a rotação no vídeo."   “No Egito Antigo eles acreditavam que se a múmia é destruída então a estatueta pode servir como um veículo alternativo para o espírito. Talvez isso é o que esteja causando o movimento", especula o pesquisador.   

Contudo, o professor de física Brian Cox, da Universidade de Manchester, apresentou uma explicação mais "terrena". De acordo com ele, uma diferença de fricção de materiais poderia estar causando o movimento. A estátua, de pedra serpentina, e o vidro da base em que ela está exposta podem provocar uma sutil vibração que faz com que a antiga peça egípcia gire.   

Contudo, ao mesmo tempo, o acontecimento é estranho porque a estátua se encontra neste tipo de superfície desde que chegou ao museu e ela nunca havia se movido antes. Outra coisa que chama a atenção é que seu movimento segue um círculo perfeito.  

 Veja o vídeo 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...