APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: VIVIANE GONÇALVES - MICAELA CRISTINA - MONICA OLIVEIRA- SUELEN SLAVIERO - ROSIMARA BARBOSA - CAMILA ALVES - LAIZA CARLA SANTOS - IZADORA SOARES - NATHÁLIA TIETZ - AMANDA SANTOS - JAQUELINE ACOSTA - NAJLA ANTONZUK - NATYELI NEVES - LARISSA GARCIA - SUZANA NICOLINI - ANNA FLÁVIA - LUANA MAÍSA - MILENA AMÂNCIO - LAURA SALVATE - IASMYN GOMES - FRANCIELLY KOGLER - LIDIANE TRAVASSOS - PATTY NAYRIANE - ELLYN FONSECA - BEATRIZ MENDONÇA - TAYSA SILVA - MARIELLA PAOLA - MARY FERNANDES - DANIELLE MEIRA - *Thays e Thamirys - ELLEN SOARES - DARLENE SOARES - MILENA RILANI - ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA LIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - JOSIANE MEDEIROS - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADES - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 07 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

sábado, 12 de maio de 2018

Filhote da ditadura, presidente eleito do Paraguai é cara nova para a velha política

Entre as promessas de "Marito" Abdo, filho do secretário particular de Stroessner, está vetar qualquer tentativa de legalizar o casamento gay.


Por *Ignacio González Bozzolasco, no The Conversation
Tradução: Cynara Menezes

Quase três semanas depois das eleições para presidente, congresso e governos regionais no Paraguai, os resultados das urnas permanecem causando polêmica. O vencedor, por uma diferença de apenas 3,7%, segundo os resultados parciais, foi o senador Mario Abdo Benítez, o “Marito”, candidato do Partido Colorado, que derrotou o adversário, o opositor Efraín Alegre, liberal, da Alianza Ganar.

A partir do início da contagem oficial dos votos começaram as denúncias e protestos. Entre acusações de fraude por parte da Alianza Ganar e o pedido de recontagem oficial, Alegre se negou a admitir a derrota. Tudo isso colocou em dúvida a confiabilidade não só dos resultados como do sistema eleitoral paraguaio como um todo, minha área de pesquisa acadêmica. No entanto, o triunfo de Abdo já é oficial.

Com 46 anos, Marito é filho do antigo secretário particular do ditador paraguaio Alfredo Stroessner, que governou o país de 1954 a 1989. Stroessner encabeçou um processo de modernização conservadora que impulsionou o desenvolvimento de infraestrutura neste pequeno país sul-americano e o orientou para a agroindústria.

Ao mesmo tempo, durante 35 anos, ergueu um regime autoritário brutal. Deixou como saldo mais de 20 mil vítimas diretas de violações de direitos humanos, com 18772 pessoas torturadas, 9862 detidos de forma arbitrária, 3470 exilados, 336 desaparecidos e 59 executados extrajudicialmente, segundo os informes da Comissão da Verdade e da Justiça. O Paraguai tem atualmente uma população de 6,7 milhões de habitantes.


O pai do presidente eleito Mario Abdo Benítez, seu homônimo, formou parte do círculo mais íntimo do ditador, conhecido como o quarteto de ouro. Como secretário particular de Stroessner, Abdo Benítez desenvolveu o papel de articulador e referência da juventude colorada que respaldava o regime.

Durante a campanha presidencial, Abdo sempre evitou se colocar no lugar de defensor do ditador. Diante das perguntas sobre qual sua opinião em relação a Stroessner, tentou separar a política repressiva de outros aspectos do regime. “Não posso respaldar a tortura, a corrupção, o autoritarismo, a perseguição à imprensa”, disse, em uma entrevista ao jornal ABC, “mas, em seu momento, quando houver sentimentos menos apaixonados, se poderá fazer um julgamento mais equilibrado de Stroessner”.

É preciso reconhecer também que quase um terço dos votantes registrados no tribunal eleitoral nasceram em tempos de democracia. Neste sentido, pode ser que o resultado apertado tenha mais a ver com algumas das propostas e posturas conservadoras de Abdo. Antes de ser indicado como o candidato oficial do Partido Colorado, Marito começou a pré-campanha de 2017 criticando as políticas econômicas e sociais do presidente colorado Horacio Cartes. Inclusive o questionou sobre a utilização do cargo para facilitar a ampliação de seus negócios como magnata do tabaco.

Esta estratégia tentava capitalizar o desgaste geral com o Partido Colorado, após vários anos no poder. Este partido, que é o partido de Stroessner, governou o Paraguai de forma ininterrupta desde 1948. Em 2008, os paraguaios elegeram como presidente um sacerdote progressista, Fernando Lugo, mas ele foi destituído em 2012 antes de terminar seu mandato de cinco anos. Oficialmente, o Congresso destituiu o presidente após “a matança de Curuguaty”, uma violenta repressão policial a camponeses sem-terra que custou a vida de 11 agricultores e 6 policiais.

O Partido Colorado voltou ao poder em 2013, com a eleição do atual presidente Cartes.

Uma vez nomeado candidato oficial, Abdo se posicionou mais confortavelmente com posturas conservadoras tradicionais. Diante das posições mais progressistas de seu adversário, defendeu o serviço militar obrigatório para os jovens paraguaios, explicando que o serviço militar não é somente uma oportunidade de educação, mas “uma ferramenta a mais” para aquelas mães em situação de vulnerabilidade que não conseguem controlar os filhos. Abdo também se opôs às demandas feministas de descriminalizar o aborto no Paraguai e prometeu vetar qualquer tentativa de legalizar o casamento gay.

Em geral, estas bandeiras conservadoras não confrontavam posições de seu adversário nem respondiam a propostas concretas da sociedade civil paraguaia. Em minha concepção, não havia chance real de que o Paraguai impulsionasse leis contra o serviço militar obrigatório nem a favor do matrimônio igualitário nesta conjuntura. Mas incitar o medo do progressismo ajudou Abdo a colocar seu adversário em situações incômodas perante amplos setores da sociedade com acentuado pensamento conservador.

Ao mesmo tempo, projetou a si próprio como defensor dos valores tradicionais católicos latino-americanos, num momento em que toda a região está experimentando uma guinada à direita. Brasil, Argentina e Chile, anteriormente conhecidos por sua liderança de esquerda, também viram presidentes conservadores chegarem ao poder nos últimos anos.

Com o triunfo de Mario Abdo, o Paraguai continua inserido no caminho do conservadorismo em que se recolocou após a destituição de Lugo em 2012. O presidente eleito prometeu manter os impostos baixos e buscar melhores formas de investir na educação e na saúde.

Mas no Paraguai parece que o velho retorna com rostos remoçados. Há uma década, a entrada de figuras midiáticas, empresários como o presidente Cartes e outsiders como Lugo, um ex-bispo católico, à cena política fez alguns analistas vaticinarem que o Paraguai estava entrando em uma nova era política.

Ao que tudo indica, isso mudou. Os mesmos partidos de sempre voltaram a ser os grandes protagonistas das últimas eleições, tanto em nível nacional como local, com políticos profissionais nas principais candidaturas. Este retorno à política tradicional já começa a se notar nos primeiros nomes escolhidos pelo presidente eleito. Os primeiros anúncios de Abdo para seu gabinete foram na Chancelaria e no ministério do Interior, com dois políticos de longa trajetória.

Marcando uma diferença com seu antecessor, Cartes, que privilegiara burocratas e executivos do setor privado, Abdo voltou a considerar expoentes do Partido Colorado para o novo gabinete. Desta forma, o retorno às forças tradicionais de seu partido é a primeira marca do início de seu governo.

*Ignacio González Bozzolasco é professor de Política Comparada na Universidade Católica de Assunção.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...