APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - JOALHERIA OURO BRANCO 44 9839-3200 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA lIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA-REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADE - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 6 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

31 de Dezembro na história

1978 - Dia do fim do Ato              
                              
Fim do Ato Institucional nº 5, após 10 anos de arbítrio, dentro da “distensão lenta, gradual e segura” do gen. Geisel. Extintas também as penas de morte, prisão perpétua e banimento.

Geisel visto por Loredano
1834:
Morre em Barcarena, PA, o cônego Batista Campos, precursor da Cabanagem.
1835: 
Tropa francesa ocupa fortim do lado direito do Oiapoque (AP).
1862:
Frota inglesa bloqueia o Rio e apresa 5 naves brasileiras, no quadro da Questão Christie.
1896:
Manaus, no auge da borracha, inaugura o teatro Amazonas.
1925:
1ª Corrida de São Silvestre, São Paulo.
1930:
Emboscada do chefe sandinista Miguel Ortez contra patrulha de marines dos EUA em Achuapa, Nicarágua.
1935:
Decreto pune oficiais da ANL.
1958:
Os guerrilheiros de Cien Fuegos e Guevara tomam a cidade de Sta Clara, Cuba.
1972:
Morto no 4º dia de tortura, no DOI-Codi-SP, Carlos Danieli, 43 anos, PCdoB. Nada revela. Escreve na parede da cela: “Este sangue será vingado”.  
Danieli, com
a esposa
Marilda, no
Espírito Santo
1974:
A Venezuela nacionaliza a indústria do ferro.
1979:
2 homens seqüestram, ferem e abandonam nu em Porto Alegre o cardeal Vicente Scherer.
1983:
Golpe militar na Nigéria.

Economia da Nicarágua cresceu 4,1% entre janeiro e setembro

A economia nicaraguense registrou um crescimento acumulado de 4,1% de janeiro a setembro, segundo um relatório difundido pelo Banco Central do país.


O documento aponta também que no terceiro trimestre do ano houve um aumento interanual de 4,7% e um crescimento médio anual de 4,3% nos dados originais, de acordo com a estimativa preliminar do PIB trimestral.

“Com este resultado, o crescimento acumulado de janeiro-setembro foi de 4,1%”, acrescenta. O texto afirma que, pelo enfoque da despesa, o crescimento interanual do PIB trimestral esteve determinado por impulsos na demanda interna, que resultou parcialmente contrabalançada pela evolução da demanda externa líquida.

A partir da perspectiva da produção, entre as atividades com maior dinamismo se destacaram a construção, silvicultura, agricultura, intermediação financeira, transporte e comunicações e comércio.

Nicarágua projeta concluir o ano com um crescimento econômico de 4,3 a 4,8%, e uma inflação de 2,0 a 3,0%.

Para 2016, espera-se um contexto internacional mais favorável e prevê-se uma recuperação do dinamismo, com uma estimativa de crescimento entre 4,5% e 5,0%.

Fonte: Prensa Latina

Cerca de 75% dos norte-americanos desaprovam governo de Obama

Cerca de 75% dos norte-americanos estão descontentes com o governo de Barack Obama. Foi o que mostrou uma pesquisa divulgada nessa terça-feira (29) pela CNN/ORC.


Além disso, 69% dos entrevistados reprovam os rumos da política no país, comandado há quase sete anos por Obama.

Considerando apenas os norte-americanos que se declaram republicanos, a desaprovação é ainda maior: no total, mais de 90% dos conservadores disseram estar descontentes com o governo.

Com relação ao balanço geral da administração desde 2008, cerca de 37% dos entrevistados afirmaram que Obama trouxe mudanças positivas para o país, mas a mesma quantidade de pessoas disse que o país piorou nos últimos anos e 21% disseram que nada mudou, nem para melhor e nem para pior.

Entre os democratas, 67% responderam ter observado mudanças positivas e 63% dos republicanos disseram que o país piorou na gestão do democrata.

Já a opinião sobre Obama é polarizada. Dos entrevistados 48% disseram ter uma visão pessoal favorável e 50%, desfavorável.

Apesar da desaprovação nas áreas da política e segurança, os norte-americanos permanecem um pouco mais otimistas com relação à economia, com 52% de aprovação para as ações da Casa Branca.

A pesquisa da CNN foi feita por telefone entre os dias 17 e 21 de dezembro e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais e para menos.

Fonte: Agência Brasil

NOTA DE RODAPÉ DA FOLHA SOBRE AÉCIO JÁ DIZ TUDO

O que a Folha de S.Paulo faria se um delator da Lava Jato mencionasse o pagamento de uma propina de R$ 300 mil para o ex-presidente Lula? Não há nenhuma dúvida de que o caso seria estampado em letras garrafais na manchete principal do jornal; basta lembrar que esse foi o procedimento quando a Folha noticiou uma acusação falsa a uma nora de Lula; além disso, quando denunciado, o pecuarista José Carlos Bumlai perdeu o nome e virou "o amigo de Lula"; em outro episódio, numa manchete sobre o senador Delcídio Amaral, a foto estampada também foi a do ex-presidente; agora, quando o senador Aécio Neves (PSDB-MG) é citado num esquema de propina, o caso é escondido numa nota de rodapé; diante do duplo padrão de julgamento, o colunista André Singer afirmou no último sábado que a mídia abafa a corrupção tucana.


Nesta quarta-feira, às vésperas do fim do ano, a Folha de S. Paulo trouxe um furo de reportagem do jornalista Rubens Valente. Segundo um dos delatores da Operação Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente nacional do principal partido de oposição e candidato derrotado nas últimas eleições presidenciais, recebeu uma propina de R$ 300 mil da empreiteira UTC (leia mais aqui).

Em condições naturais de temperatura e pressão, a notícia teria sido estampada na manchete principal do maior jornal do Brasil. No entanto, mereceu apenas uma nota de rodapé na primeira página da publicação, confirmando a tese do colunista André Singer de que a mídia faz de tudo para abafar a corrupção tucana.

"Enquanto o PT aparece, diuturnamente, como o mais corrupto da história nacional, o PSDB, quando apanhado, merece manchetes, chamadas e registros relativamente discretos. O primeiro transita na área do megaescândalo, ao passo que o segundo ocupa a dimensão da notícia comum", disse Singer. "A salvaguarda do PSDB pelos meios de comunicação reforça a tese de que o objetivo é destruir a real opção popular e não regenerar a República." (leia mais aqui)

O caso de Aécio mereceria ainda mais destaque, quando se leva em conta o fato de que, há um ano, o senador tucano, em aliança com o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vem liderando uma cruzada moralista para derrubar a presidente Dilma Rousseff, num terceiro turno sem fim que tem causado sérios danos à economia. No entanto, como disse Singer, a denúncia contra o tucano "ocupa a dimensão da notícia comum".

Vale-tudo contra Lula

A Folha, naturalmente, poderá argumentar que, no caso de Aécio, a denúncia de um delator carece de comprovação. Mas não foi esse o comportamento do jornal quando se tratava do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No dia 16 de outubro deste ano, a Folha cravou em sua manchete a seguinte notícia: "Delator diz ter repassado R$ 2 mi para nora de Lula". Era mentira. A Folha havia apenas embarcado numa "barriga" (jargão jornalístico para as notícias falsas) do colunista Lauro Jardim, do Globo, o que mereceu reparos da ombudsman da publicação (leiaaqui).

Mais recentemente, a Folha deu outras demonstrações de sua perseguição a Lula. Ao noticiar uma denúncia contra o senador Delcídio Amaral, a Folha estampou na manchete a foto do ex-presidente. Quando o pecuarista José Carlos Bumlai foi denunciado, ele também perdeu o direito ao nome e foi retratado como "amigo de Lula".

Nas pesquisas recentes do Datafolha, Aécio e Lula têm sido pesquisados como os dois principais nomes da disputa presidencial de 2018 e não faz sentido que os critérios de avaliação dos dois sejam distintos. Se a Folha avança o sinal em relação a Lula, deveria, por coerência, adotar o mesmo padrão com Aécio. Se é cautelosa com o tucano, deveria agir de modo semelhante em relação ao ex-presidente.

Via - Brasil 247

RÉVEILLON - Barulho da queima de fogos pode prejudicar a audição

Em época de festejos, é importante manter distância dos artefatos


Muito comum nas festas de réveillon, a queima de fogos de artifício, rojões e bombas - barulhentos artefatos que ajudam a animar as comemorações -, pode trazer sérios e irreversíveis danos à audição. Além dos riscos com a manipulação incorreta dos fogos, o som muito forte produzido por alguns deles pode acarretar trauma acústico e perda de audição uni ou bilateral, temporária ou, nos casos mais graves, irreversível. Geralmente a perda de audição é unilateral (em um único ouvido) e se inicia com o aparecimento imediato de zumbido, problema que afeta cerca de 28 milhões de pessoas em todo o mundo.

Os danos à audição acontecem porque o estrondo dos fogos, principalmente dos rojões, é inesperado. O forte ruído, que pode chegar a uma intensidade de 140 decibéis, percorre todo o ouvido de forma rápida, atingindo as células da cóclea. Para se ter uma ideia do quão forte é esse barulho, um avião durante a decolagem produz um som de 130 decibéis.

“O grande problema é a intensidade do barulho dos fogos, em especial do rojão. Em todo caso de trauma acústico, o mais indicado é procurar um médico otorrinolaringologista, para avaliar se o dano auditivo causado pelos fogos é temporário ou irreversível”, esclarece a fonoaudióloga Isabela Carvalho, da Telex Soluções Auditivas.

Para evitar que o ouvido seja afetado, o ideal é manter-se distante do local da queima de fogos; porém, em meio a festa, se for inevitável, Isabela Carvalho, que é especialista em audiologia, aconselha o uso de protetores de ouvido. "Se a pessoa estiver nestas áreas, é importante que se afaste o máximo possível ou use protetores de ouvido. Eles reduzem o volume excessivo, mas quem usa não deixa de ouvir o som ambiente. Dessa forma, é possível continuar aproveitando a festa, de forma segura", recomenda.

Existem no mercado vários tipos de protetores. Os da Telex, por exemplo, são leves e moldados de acordo com a anatomia do ouvido de cada pessoa, diminuem o barulho em 15 decibéis ou 25 decibéis, de acordo com o desejo do usuário e podem proteger a capacidade auditiva em até 10 anos.

Estima-se que 10% da população mundial têm algum grau de perda de audição. O envelhecimento é um fator natural que reduz o limiar auditivo progressivamente. As células do ouvido envelhecem, morrem e não há reposição. Mas pior do que isso é a perda de audição que vem ocorrendo cada vez mais cedo, por causa da exposição contínua a sons elevados, no dia a dia, ou em festas com fogos e rojões, por exemplo.

ITAÚNA DO SUL - Contrariado com o fim do relacionamento, homem dispara cinco tiros e mulher sobrevive

Violência contra mulher em Itaúna do Sul


Uma mulher de 41 anos foi atingida cinco vezes por disparos de uma arma de fogo. O autor dos tiros foi o antigo companheiro da vítima. O homem de 34 anos não aceitou o termino do relacionamento. 

Ele efetuou os disparos que acertaram o rosto, as costelas e o braço esquerdo. A tentativa de homicídio aconteceu em Itaúna do Sul. Na tarde de ontem a vítima permanecia internada em um quarto da enfermaria da Santa Casa de Paranavaí.

De acordo com as informações da Polícia Militar (PM) a tentativa de homicídio aconteceu na Rua Argentina. Os policiais descobriram que o acusado teria efetuado os disparos depois que tentou reatar o relacionamento e a mulher não aceitou.

Dois tiros acertaram o rosto, dois atingiram as costelas e o quinto disparo pegou de raspão no braço esquerdo da vítima. A mulher recebeu os primeiros atendimentos no hospital municipal de Itaúna do Sul e em seguida foi encaminhada para a Santa Casa de Paranavaí.

O autor dos disparos não foi localizado pela PM e é considerado foragido. O caso será investigado pelo delegado Alysson Gabriel Santos Tinoco da Polícia Civil de Nova Londrina.



quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

30 de Dezembro na história

1930 - Dia do Com que Roupa?

Noel Rosa grava pela Phono-Arte o samba Com que Roupa? O estrondoso sucesso (15 mil cópias) estende-se pelo século. "É sobre o Brasil. O Brasil de tanga", explica o autor.

1830:
D. Pedro I viaja a MG ao som de dobres de finados pela morte de Líbero Badaró, atribuída à repressão imperial.
1888: 
Guarda Negra (formada por ex-escravos monarquistas) interrompe pela violência conferência republicana de Silva Jardim no Rio.
1905:
Criado o 4º (e atual) Banco do Brasil.
1911:
A revolução do Kuomitang proclama Sun Yat-sen, 45 anos, 1º presidente da China.
1918:
Fundação do PC da Alemanha, que rapidamente atrai a ala esquerda das bases social-democratas.
1922:
Congresso dos Sovietes cria a URSS (União Soviética).
1968:
1ª lista de cassações pós-AI-5, encabeçada pelo dep. Márcio Moreira Alves.  
1977:
O Vietnã invade o Camboja para ajudar a derrubar o regime de Pol Pot.
1992:
O Senado vota o impeachment de Collor (76 votos a 3). Condenado por crime de responsabilidade, este perde o direito de concorrer em eleições e ocupar cargos públicos até 2000.
Collor por
Chico Caruso


Bolívia estima reduzir pobreza extrema a 9,5% até 2020

O presidente da Bolívia, Evo Morales, informou nesta terça-feira (29) que até 2020 pretende reduzir a pobreza extrema do país de 17,3% para 9,5%. A meta faz parte do Plano de Desenvolvimento Econômico e Social 2015-2020.


Segundo o presidente, a pobreza moderada baixará para 24% e a desigualdade entre os mais ricos e os mais pobres será deduzida em 25 vezes nos próximos cinco anos.

Durante a apresentação do plano o presidente informou ainda que até 2020 o governo prevê construir 51.290 novas moradias populares para garantir aos bolivianos uma vida digna.

Com relação à tecnologia, a previsão é que sejam construídos ao menos 75 institutos tecnológicos superiores, a fim de garantir formação profissional dos estudantes. O Plano de Desenvolvimento Econômico e Social foca principalmente na industrialização e na erradicação da pobreza no país.

Vale lembrar que a Bolívia se destacou em 2014 como o país da América Latina que mais reduziu a pobreza e diferença entre as classes sociais. Evo Morales foi considerado pela Unasul um dos principais líderes do continente, desde que foi eleito presidente em 2006.

Dilma inclui Leonel Brizola no Livro dos Heróis da Pátria

O nome de Leonel Brizola foi incluído pela presidenta Dilma Rousseff no Livro dos Heróis da Pátria. A sanção da lei, que foi aprovada pelo Senado, foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (29). O livro dos Heróis da Pátria homenageia os brasileiros que se destacaram na defesa e na construção da história do Brasil. A publicação fica exposta no Panteão da Pátria, em Brasília.

Dilma com Brizola em um almoço com integrantes do PDT, em 1998, em Porto Alegre-RS.
O nome de Brizola constará, no livro, juntamente com nomes como Tiradentes, Zumbi dos Palmares, Dom Pedro I, Duque de Caxias, Alberto Santos Dumont, Chico Mendes, Getúlio Vargas, Heitor Villa Lobos e Anita Garibaldi, entre outros.

Brizola nasceu em 1922, no Rio Grande do Sul, e faleceu em 2004. Ele é uma das referências políticas de Dilma. Antes de se filiar ao PT em 2001, a presidenta fez parte do PDT, partido que foi fundado pelo político gaúcho.

O político gaúcho teve uma importante atuação na luta contra a ditadura e no período de redemocratização do Brasil. Em 1989, ficou em terceiro lugar na disputa para a Presidência da República, naquela que foi a primeira eleição direta depois do golpe militar de 1964.

Homenagem

Para que a personalidade seja homenageada, é preciso ter passado dez anos de sua morte. “A distinção será prestada mediante a edição de lei, decorridos 10 (dez) anos da morte ou da presunção de morte do homenageado”, explicou a presidenta Dilma, na lei sancionada nesta terça.

História

Brizola participou efetivamente na luta contra a ditadura militar no Brasil. Após o golpe de 1964, ele viveu no exílio no Uruguai, nos Estados Unidos e em Portugal. Depois disso, ele voltou ao Brasil, com a Lei da Anistia.

O fundador do PDT governou o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. Além disso, ele foi prefeito de Porto Alegre, deputado estadual, deputado federal, candidato à Presidência da República por duas vezes e candidato à vice na chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 1988.

Com agências

Jandira Feghali, a brasileira do ano

“Jandira bate firme e no ritmo!”, tanto na política como em uma bateria. Sim, a nobre deputada federal e Líder do PCdoB na Câmara dos Deputados toca bateria. Começou os ensaios ainda adolescente na banda Los Panchos, na Tijuca.


Jandira integrava o grupo com seu irmão Ricardo Feghali, hoje tecladista do grupo Roupa Nova. Ela tocou durante toda a década de 70 até começar a estudar Medicina. Mas nunca parou com o hobby. “Lá na sala do escritório dela, no Rio, tem a bateria daqueles tempos”, conta seu assessor Bruno Trezena.

O jornalista Paulo Henrique Amorim em seu site Conversa Afiada classificou a deputada comunista como a brasileira do ano ao lado do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. “Por seu destemor diante da barbárie Golpista. Firme, enérgica sem perder a ternura!”, pontou sobre Jandira, logo após admitir que irá voltar o seu título de eleitor para o Rio de Janeiro para votar nela. “Para o que der e vier!”, afirmou PHA.


O vídeo de Jandira tocando ocorreu no dia 28 de setembro deste ano e foi uma sugestão do internauta Luciano que encaminhou a seguinte mensagem: "Meus sinceros votos de um Feliz 2016 à nobre e querida Deputada Jandira Feghali, de quem era admirador... e após este vídeo "me tornei fã"! Dá-lhe Deputada....Feliz Ano Novo!!!”

Veja Jandira na bataria AQUI

Lewandowski, o brasileiro do ano

Sobre o título de brasileiro do ano para o presidente do STF, Paulo Henrique Amorim atribuiu ao fato do ministro Lewandowski ter sido o único juiz que tratou o ministro Gilmar Mendes como merece. “Lembrou que o presidente do STF é ele”. E também expôs o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. "Na frente de todos, Lewandowski mostrou ao desqualificado do Cunha que qualquer outra interpretação ao que o STF, pela sabia revisão do Ministro Barroso, decidiu dá em cadeia, por obstrução da Justiça".

PHA justificou ainda sua qualificação a Lewandowski como brasileiro do ano: “o sistema carcerário brasileiro não corre o risco de, num recesso de trevas, se desmoralizar”.

Do Portal Vermelho, Eliz Brandão

Donga

Das cordas do violão de Donga nasceu o samba como o conhecemos hoje.


Donga (Ernesto Joaquim Maria dos Santos)
(Compositor e violonista)
5/4/1889, Rio de Janeiro (RJ)
25/9/1974, Rio de Janeiro (RJ)

Das cordas do violão de Donga nasceu o samba como o conhecemos hoje. Prece, na raiz da palavra africana, o gênero musical estava ainda preso à tradição das religiões afro-brasileiras que o compositor conheceu na infância, no Rio de Janeiro, quando frequentava rodas de samba e candomblé nos terreiros das "tias" baianas, cantadeiras, festeiras e mães de santo. Ernesto Joaquim Maria dos Santos sempre foi Donga, apelido familiar desde menino. Exceto por um curto período, em 1914, quando usou o nome Zé Vicente para participar do Grupo de Caxangá.

Passou a infância entre ex-escravos e negros baianos. Aprendeu o jongo, o afoxé e outras danças. Começou a tocar cavaquinho de ouvido, e passou para o violão nas aulas do grande Quincas Laranjeiras. Iniciou-se na composição com "Olhar de Santa" e "Teus Olhos Dizem Tudo" (anos mais tarde, o jornalista David Nasser faria as letras). Participava das reuniões na casa da lendária Tia Ciata, junto com João da Baiana, Pixinguinha e músicos. Em 1917, gravou o primeiro disco de samba da história: "Pelo Telefone", registrado em nome de Donga e Mauro de Almeida -- mas suspeita-se que Mauro tenha feito apenas o registro por escrito.

Em 1919, ao lado de Pixinguinha e outros seis músicos, integrou o grupo Os Oito Batutas, que excursionou pela Europa em 1922. Da França, Donga traz um violão-banjo e, em 1926, integra o grupo Carlito Jazz para acompanhar a companhia francesa de revistas Ba-Ta-Clan, que se exibia no Rio de Janeiro. Com esse conjunto viaja outra vez à Europa. Volta em 1928, quando forma a Orquestra Típica Pixinguinha-Donga, que gravou para o selo Parlophon nos anos 20 e 30. Neste mesmo período participa de duas outras bandas Guarda Velha e Diabos do Céu, ambas formadas por Pixinguinha para gravações.

Em 1940, a bordo do navio Uruguai, Donga gravou nove composições (entre sambas, toadas, macumbas e lundus) do disco "Native Brazilian Music", organizado por dois maestros: o norte-americano Leopold Stokowski e o brasileiro Villa-Lobos, lançado nos Estados Unidos pela Columbia. No final dos anos 1950 voltou a se apresentar com o grupo Velha Guarda, em shows organizados por Almirante.

"Olha esse ponteado, Donga!" Essa exclamação com que Almirante incentivava o violão solista do grupo, está em um dos discos mais famosos da história da música popular brasileira, e é uma das marcas da fase de sedimentação do samba no Rio de Janeiro.

As criações mais conhecidas de Donga são "Passarinho Bateu Asas", "Bambo-Bamba", "Cantiga de Festa", "Macumba de Oxóssi", "Macumba de Iansã", "Seu Mané Luís" e "Ranchinho Desfeito". Viúvo em 1951, casou-se novamente em 1953 e morreu em 1974, no bairro de Aldeia Campista, no Rio, para onde se retirou como oficial de Justiça aposentado. Doente e quase cego, viveu seus últimos dias na Casa dos Artistas. Está sepultado no Cemitério de São João Batista.

Fonte netsaber biografias

100 ANOS DO SAMBA NO RÉVEILLON DO RIO

O réveillon deste ano na Praia de Copacabana terá como tema os Jogos Olímpicos Rio 2016 e os 100 anos do samba. Cerca de 2 milhões de pessoas são esperadas para a festa, sendo 800 mil turistas, que devem movimentar a economia carioca com US$ 686 milhões.

Donga (Ernesto Joaquim Maria dos Santos)
(Compositor e violonista) 
Fonte: Memória Musical e Artística do Brasil e do Mundo
A festa que homenageia os 100 anos do primeiro samba gravado (PELO TELEFONE, DE DONGA) vai contar com 12 apresentações, divididas entre o palco principal e o palco Santa Clara. Haverá 16 minutos de queima de fogos. Serão usadas 11 balsas e 24 toneladas de fogos. A estrutura montada na Praia de Copacabana contará com cinco postos médicos e 30 estações de policiamento.

No palco principal, em frente ao Copacabana Palace, além de Jorge Ben Jor e a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, o cantor e compositor Zeca Pagodinho se apresentará logo após a queima de fogos. Zeca Pagodinho disse que ansioso cantar para o público de 2 milhões de espectadores.

Outra atração do palco principal  é o cantor Gabriel Moura, indicado ao Prêmio Profissionais da Música 2015.

Já no palco Santa Clara, em frente à Rua Santa Clara, além das escolas de samba do Salgueiro e do Grande Rio, os cantores Arlindo Cruz e Dudu Nobre são atrações confirmadas para animar a festa.

Fonte ICAB

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

29 de Dezembro na história

1917 - Dia do fruto da greve      

Lei estadual (SP), conquista da greve geral de 1917: proíbe o trabalho de menores de 12 anos e o trabalho noturno de mulheres e crianças.

Meninos operários de São Paulo, antes da lei
    
1845:
Os EUA anexam o Texas, antes território mexicano.
1879: 
4 mil vão ao palácio imperial no Rio, protestar contra o preço do bonde. São barrados pela polícia.
1906:
O Ministério da Indústria é absorvido pelo da Agricultura, reflexo da visão agrarista da República Velha.
1913:
Rebeldes do Contestado rechaçam ataque do Exército ao reduto de Taquaruçu, SC.
1919:
Greve geral de 7 dias na Bulgária.
1929:
3º congresso do PCB, (Niterói), 31 delegados (16 operários) representando 800 filiados. Aprova a aliança com os tenentes.
1972:
A repressão aniquila bases do PCBR no Rio e Recife; 7 mortos.
1974:
Os Waimiri-Atroari de RR-AM matam 4 funcionários da Funai.
1983:
Começa na Argentina o julgamento dos torturadores e assassinos da ditadura de 76-83.
1990:
Menem indulta o gen. Videla e outros chefes da ditadura de 76-83 na Argentina.


1996:

Acordo guerrilha-governo encerra 36 anos de conflito na Guatemala, com 150 mil mortos.
Guerrilha
guatemalteca,
Olivio
Martínez

Anvisa aprova registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil

Foi divulgada nesta segunda (28) a aprovação do registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia, da francesa Sanofi Pasteur. 


Embora liberada para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda falta a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo.

Inicialmente, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incoporação da vacina ao Sistema Único de Saúde.

A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue. A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no país no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.

O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas. “A vacina tem eficácia a partir da primeira dose, protegendo em torno de 70% dos imunizados. A necessidade das outras doses vem porque a proteção vai caindo com o tempo, não se mantém sem as outras duas. A proteção só se mantém por muitos anos quando se tomam as três doses”, explicou Sheila.

No começo deste mês, o México foi o primeiro país a registrar a vacina contra a dengue da Sanofi, por enquanto, a única registrada no mundo. Em seguida o produto teve liberação nas Filipinas. O Brasil é o terceiro país a ter o registro do imunizante. O desenvolvimento clínico do produto envolveu mais de 20 estudos, e mais de 40 mil participantes, entre crianças, adolescentes e adultos, em 15 países.

Dados do Ministério da Saúde mostram que até a primeira semana de dezembro, 839 pessoas morreram em decorrência da dengue, um aumento de 80% em relação a 2014.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...