APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - JOALHERIA OURO BRANCO 44 9839-3200 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA-REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADE - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 6 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

sábado, 31 de agosto de 2013

Mutirão carcerário descobre preso no CE que devia estar solto desde 1989

Homem foi preso na década de 60 e recebeu alvará de soltura em 1989. Com cerca de 80 anos, ele pode ser o detento mais antigo do país, diz juiz.

Verônica PradoDo G1 CE

Homem que deveria ter sido solto em 1989 continua preso
(Foto: Juiz Paulo Irion/CNJ)
Um homem de aproximadamente 80 anos está preso irregularmente no Ceará. Ele foi preso na década de 1960, recebeu alvará de soltura em 1989, após ter a pena extinta pela Justiça, embora permaneça em uma unidade prisional, o Instituto Psiquiátrico Governador Stenio Gomes (IPGSG), em Itaitinga, na Grande Fortaleza (RMF). O homem foi identificado durante o Mutirão Carcerário que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza no Ceará desde 7 de agosto.
“Acho que este ser humano, em uma cadeira de rodas, usando fraldas, deve ser o preso mais antigo do Brasil, pois a informação é de que ingressou no sistema prisional na década de 60 do século passado”, afirmou o juiz Paulo Augusto Irion, um dos coordenadores do Mutirão Carcerário do CNJ. Segundo ele, outras cinco pessoas estão na mesma situação.
A CNJ faz o mutirão em Fortaleza desde 7 de agosto com o objetivo de avaliar as condições de encarceramento no estado e verificar se há prisões ilegais. O nome, idade e motivo pelo qual o detento foi preso não foram revelados. A CNJ afirma que vai procurar regularizar a situação dele.
Essa será a terceira vez que o Ceará recebe o Mutirão Carcerário. A primeria aconteceu em 2009 e a segunda em 2011. Na última visita, foram examinados 6.500 processos e cerca de 1.200 presos foram soltos. Segundo dados da Secretaria de Justiça do Estado, existem no Ceará, 19.665 presos.

LAHOANA MORAES – A BELA DA SEMANA


Se beleza for fundamental, Lahoana Moraes está bem servida, ela pode indiscutivelmente ocupar o lugar destinado àquelas que têm por natureza o capricho de hipnotizar os olhos atraídos pela perfeição feminina.

Se beleza for o fundamento para intitularmos alguém com dotes de beldade, coroemos, pois, Lahoana Moraes, que ela esteja entre as mulheres que são dignas de admiração.

De uma bela mulher vem o encantamento... Quais olhos não ficam iluminados com a impecabilidade feminina? A mulher é uma mescla de fascínio e sedução, e partindo destes princípios, é justo que o pedestal das belas, seja pisado pelos pés de Lahoana.

A beleza das princesas dos contos de fadas, o poder supremo da realeza das mulheres, assim, Lahoana tem o direito de ocupar o lugar das seletas, daquelas que nasceram para estar entre as magnificentes criaturas capazes de aprisionar olhares, o dom de abduzir-nos, está na imagem de uma bela mulher, a formosura feminina é capaz de fazer com que esqueçamos nossas perturbações; que racional não se encanta diante da beleza da mulher?

Seguindo este costume, damos continuidade ao honroso trabalho de cultuarmos a grandeza destes seres na plena essência de sua condição suprema.

Louvemos, pois, o exemplo maior de encantamento... Encantamento este retratado na imagem inenarrável da bela Lahoana. No céu de beldades, ela é estrela de luz própria, de uma luz que reflete em nossos sentidos.

Apreciemos a beleza fundamental... Aquela beleza que nos arranca suspiros, aquela que tem para si a atenção dos nossos olhos, aquela que nos povoa o pensamento...

Decantemos a maior maravilha da criação divina, louvemos os caprichos da mulher...

Enaltecida seja a feminilidade destes supremos seres...

Para o nosso deleite, Lahoana Moraes é a Bela da Semana.

LAHOANA MORAES – 18 Anos – Nova Londrina PR – Filha de Maria de Fátima Moraes e Carlos Alberto Pereira – Lahoana faz curdo de Técnico em Administração e é torcedora do São Paulo.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Alunos do 5º Ano em Nova Londrina são privilegiados com o programa Proerd

Matéria indicada por Bpec Proerd Mauromn

A Administração Municipal, através da parceria da Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Estadual de Educação e Polícia Militar os alunos do 5º ano das Escolas Arthur Bernardes, Santa Mônica, Isolde Julieta Andreatta e Monteiro Lobato, tem ao seu dispor o PROERD, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência.
Tendo como base o programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education - D.A.R.E., surgido em 1983. O PROERD foi implantado no Brasil em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, no Paraná teve sua origem, em 1998 e em Nova Londrina já temos o Programa a alguns anos e neste ano contamos com o  instrutor Soldado Mauro  Martins do Nascimento que já é policial militar desta Comarca desde 1996.
O programa constitui-se no trabalho de prevenção às drogas em escolas, através do desenvolvimento na criança de habilidades que possibilitem as mesmas se manterem afastadas das drogas lícitas e ilícitas. Trata-se de uma vacina no comportamento contra as drogas e a violência, abordando o modelo de educação afetiva, do estilo de vida saudável, criando condições para que a criança aprenda a lidar com sua ansiedade, resistindo às pressões dos companheiros, elevando sua autoestima, e ainda solidificando noções de cidadania e da convivência harmoniosa.
Através da ação conjunta entre Policia Militar, Escola e Família, auxiliados pelos materiais didáticos oferecidos pelo programa (Livro do Estudante, Livro dos Pais e Manual do Instrutor) os privilegiados com o PROERD terão a oportunidade de aprimorar suas noções e distinguir o caminho ideal a ser trilhado para seu desenvolvimento humano.

Palmério Dória revela a privataria e a compra da reeleição de FHC


Foi o acreano Narciso Mendes, hoje com 67 anos de idade, quem usou um gravador emprestado pelo repórter Fernando Rodrigues, da Folha de S. Paulo, para comprovar que deputados federais de seu estado venderam os votos na aprovação da emenda constitucional que permitiu a reeleição do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1997.
A revelação é feita no livro O Príncipe da Privataria, de Palmério Dória, que chega às livrarias hoje.
Em Brasília não era segredo o papel desempenhado por Narciso, à época deputado federal pelo Partido Progressista, de Paulo Maluf. Porém, pela primeira vez ele assume oficialmente o que fez.
Trecho do livro:
A compra dos votos para a reeleição, frisa Narciso, “se dava às escâncaras”. Seria “muita ingenuidade”, diz ele, considerar inverossímil que, no episódio da troca de cheques pré-datados por dinheiro vivo, os deputados saíssem carregando R$ 200 mil em sacolas. Afinal, em notas de R$ 100,00 seriam duas mil notas, ou o dobro se fossem notas de R$ 50,00. Duzentos pacotes de mil reais: volume considerável. “Tinha de ser em sacolas!”, diverte-se ele.
O que Narciso diz é que cheques foram antecipados e, posteriormente — depois da aprovação da emenda — trocados por dinheiro.
Dois deputados renunciaram antes de serem cassados pela Câmara, ao admitirem envolvimento na tramoia: Ronivon Santiago e João Maia. Outros três, igualmente da bancada acreana, também foram citados como tendo vendido o voto.
Na época, o PSDB atribuiu a manobra a interesses paroquiais, de governadores que também seriam beneficiados pela aprovação da emenda. Porém, o livro coloca a operação no colo de Sérgio Motta, então ministro das Comunicações e principal articulador de FHC junto ao Congresso Nacional.
Narciso, hoje empresário no Acre, é dono do jornal O Rio Branco e de uma retransmissora do SBT. Ele sustenta que se opôs à emenda que garantiu a reeleição a FHC por questões ideológicas. Não concordava que pudesse beneficiar quem a promovia.
Reproduzindo um trecho de A Arte da Política, livro de FHC, afirma: “Aqui diz Fernando Henrique Cardoso: Sérgio Motta indignou-se, queria logo uma CPI na ingenuidade de imaginar que, naquela circunstância, da CPI resultasse outra coisa diferente do que culpar o governo”.
Comenta:
“Nem Sérgio Motta queria CPI, nem Fernando Henrique queria CPI, nem Luís Eduardo Magalhães [líder do governo] queria CPI, ninguém queria, porque sabiam que, estabelecida a CPI, o processo de impeachment ou no mínimo de anulação da emenda da reeleição teria vingado, pois seria comprovada a compra de votos”.
Mas, quantos votos foram comprados para que FHC pudesse se reeleger?
Nos cálculos do senador Pedro Simon, citado no livro, 150. A 200 mil reais por cabeça, por baixo, R$ 300 milhões!
Narciso acha que foram mais. Nega que, como foi acusado por escrito por FHC, tenha tentado tumultuar a tramitação da emenda.
“Como é que um desgramado, do baixo clero, do Acre, tinha poderes para tumultuar a emenda da reeleição?”, afirma Narciso.
Também rebate a ideia de que o governador do Acre à época, Orleir Cameli, assim como outros dirigentes de estados do Norte, tivessem tomado a iniciativa de promover a emenda, como sugere FHC em seu livro.
 Uma mentira, diz Narciso, pois no Acre, por exemplo, Orleir Cameli não se candidatou à reeleição. Ademais, acrescenta, não foi “o pessoal do Norte” quem inventou a reeleição, muito menos a compra de votos. “Foi uma criação do  senhor Sérgio Motta e do senhor Fernando Henrique Cardoso”, reitera.
*****
O livro O Príncipe da Privataria é, na verdade, um balanço do entorno do homem que “vendeu o Brasil”. Uma denúncia menos na linha de Amaury Ribeiro Jr. e mais na de Aloysio Biondi e seu O Brasil Privatizado.
Um escândalo sobre o qual o Brasil pouco refletiu, já que a mídia corporativa se refere àquele como um período de ouro do país. É importante frisar que os principais grupos de mídia tiraram proveito direto dos negócios envolvidos na privatização.
Na Nota do Editor que abre o livro, Luiz Fernando Emediato pergunta: “onde estava, no reinado dos tucanos, o ministério público, o procurador geral da República, os Joaquim Barbosa daquele tempo? O chamado “mensalão” — tenha existido ou não — parece coisa de amadores diante do profissionalismo de empresários, burocratas e políticos daquele tempo. Nenhuma CPI. Nenhuma investigação que chegasse ao fim. Nenhuma denúncia capaz de levar a um processo e a uma condenação!”
Palmério Dória avança a tese de que Glauber Rocha, na década de 70, foi visionário ao dizer:
No Brasil, o gancho do Pentágono é o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), que funciona em São Paulo.
Fernando Henrique Cardoso é apenas um neocapitalista, um kennedyano, um entreguista.
Como a Central de Inteligência dos Estados Unidos deu dinheiro à Fundação Ford e esta ao Cebrap — na casa, especula Palmério, do milhão de dólares –, “o Cebrap recebeu dinheiro da CIA”.
Teria sido este o início da “inspiração” que levou FHC a adotar a agenda do consenso de Washington, que resultou na queima de R$ 100 bilhões em patrimônio público dos brasileiros.
O próprio autor fala abaixo sobre os principais destaques do livro:


Luiz Carlos Azenha
No Viomundo

Via Com Texto Livre

Pai e filho perdem a vida em acidente entre Itaúna do Sul e Diamante do Norte - PR

Com informações de Ademir Zilio radialista da Adecis FM

Foto Ademir Zilio
Acidente violento com duas vitimas fatais, ocorreu hoje 30/08 pela manhã às 09h30 min aproximadamente, na saída do posto de abastecimento de combustíveis instalado as margens da PR 182, sentido Itaúna do Sul X Diamante do Norte. O veiculo Astra de placas AJM 3482, colidiu na lateral direita da carreta Scania placas AQI 6460 de São Jorge do Ivai. Segundo informações da Policia Rodoviária que estava no local, a carreta cortou a frente do Astra ao tentar adentrar ao pátio do Posto de Combustíveis, sentido Dte X Itaúna. O Astra dirigido na oportunidade por Fabiano Raimundo do Nascimento, não conseguiu desviar e acabou batendo nos rodados traseiros da carreta, atravessando a pista contrária e parando no acostamento contrário a sua mão de direção. Na colisão perderam a vida o pai do condutor Antonio Raimundo do Nascimento e seu filho que conduzia o Astra Fabiano Raimundo do Nascimento. Os corpos das vitimas por volta das 11h30 ainda estavam no local do acidente no aguardo da viatura do IML de Paranavaí. Os dados do condutor da carreta não nos foram repassados.






Fotos Ademir Zilio

Arqueólogos descobrem no Peru peças do período pré-inca

Da Agência Brasil 

Uma equipe de pesquisadores descobriu um complexo arqueológico em Chavín de Huántar, no Norte do Peru. No local, foram encontradas peças esculpidas em forma de cabeças, feitas em pedra, do período-pré-inca. A estimativa é que as obras de arte tenham mais de 2 mil anos.

O chefe do grupo de pesquisadores, o arqueólogo norte-americano, John Rick, destacou que as peças têm formato humano, mas são semelhantes também a alguns animais.
As peças em pedra foram localizadas quando os pesquisadores faziam escavações na região. As cabeças esculpidas têm 39 centímetros de largura e 43 de altura e pesam, em média, 250 quilos. Rick disse que pela expressão nas esculturas, as faces parecem estar soprando ou assobiando.
Segundo o arqueólogo, as cabeças em pedra eram colocadas em cima das fachadas, em locais elevados. De acordo com ele, havia centenas dessas peças. Pelos estudos do período pré-inca, havia crenças na evolução do animal para o homem, daí a avaliação do pesquisador de que há traços de animais mesclados com humanos.
Desde 2004, a organização norte-americana Global Heritage Fund, a Universidade de Stanford e a companhia mineradora Antamina financiam projetos de investigações arqueológicas e de conservação em Chavín de Huántar.
*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur Via Dag Vulpi

Falsidade

Por May Gregorio

Tratar bem um inimigo, não é ser educado nem superior, a falsidade me enoja, e me enjoa,  talvez virtude, talvez defeito, prefiro tapa verdadeiro do que um sorriso falso; ando cansada de palavras vazias, sentimentos falsos, falsos valores, falsas palavras, atitudes forçadas, mentiras, amores traídos, gente que pisa em gente, um ar contaminado pela maldade, sorrisos forçados e abraços frios.

Falsidade para mim é coisa de outro mundo, absurdo aos meus olhos, as coisas puras me fascinam, a minha felicidade é saber que ainda existem pessoas que valem a pena conhecer, pessoas de verdade, que olham no olho, que são transparentes e sem mistérios e são exatamente o que mostram, sem hipocrisias,  admiro pessoas assim, e no meio desse dilema,  talvez seja mesmo virtude minha, me orgulho  em ser assim!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Los "esclavos" cubanos ponem nerviosos a los médicos brasileños.

Este fin de semana llegaron a Brasil los primeros 400 médicos cubanos de un contingente de 4.000 que contrató para dar cobertura sanitaria a las regiones rurales más pobres. El colegio médico brasileño se opone a la medida pero el gobierno de Dilma lo considera un asunto de interés público y social de primer orden.

FERNANDO RAVSBERG - La Havana
Las brigadas médicas cubanas trabajan 
en 58 países de los cinco continentes. RAQUEL PÉREZ
Sectores de la oposición acusan a Brasilia y La Habana de someter a los médicos a "trabajo esclavo" porque el gobierno cubano recibe una parte del pago. De todas formas, algunos voluntarios aseguraron a Público que los salarios serán mayores que en otras misiones, se dice que rondarán los 1.600 dólares mensuales, lo cual es mucho dinero en un país en el que la canasta básica familiar está calculada en 100 dólares.
Realmente será difícil probar la acusación de "esclavismo" cuando la operación está avalada por la Organización Panamericana de la Salud de la ONU y teniendo en cuenta que Cuba, desde enero de este año, permite a los médicos viajar al extranjero, emigrar con sus familias y trabajar en la clínica que más les convenga.
El Consejo Federal de Medicina de Brasil denuncia que la llegada de los brigadistas de la isla"expone la salud de la población a situaciones de riesgo". Sin embargo, sólo un millar de galenos brasileños aceptaron ir a trabajar a algunos de los cientos de municipios rurales en los que nunca ha habido un médico. Parece un absurdo decir que para los enfermos de esas regiones es mejor vivir sin cuidados sanitarios que atendidos por los galenos cubanos.
Cuba tiene 80.000 graduados en medicina, uno por cada 150 habitantes, la mejor tasa del mundo 
El colegio brasileño aduce que la formación de sus colegas de la isla es deficiente. Sin embargo, se trata de médicos "todoterreno", dispuestos a radicarse en las zonas más inhóspitas, capaces de trabajar con mínimos recursos, preparados para organizar campañas preventivas de salud y muy experimentados en el diagnóstico clínico, imprescindible en lugares donde no se cuenta con equipos ni laboratorios.
El enfrentamiento de los colegios médicos de América Latina comenzó apenas Cuba afectó sus intereses corporativos con el envío de las primeras brigadas de salud a diferentes países de la región. Se agudizó después con la creación de la Escuela Latinoamericana de Medicina (ELAM), institución que forma gratuitamente miles de jóvenes y los devuelve convertidos en médicos a sus comunidades. O laOperación Milagro, que restituyó la vista a cientos de miles de personas en la región sin cobrar un centavo, afectando los bolsillos de los oftalmólogos que cobraban 2.000 dólares por una operación quirúrgica de 15 minutos.
En muchos países de la región los colegios médicos ponen trabas para convalidar los títulos de las facultades de medicina cubanas pero poco a poco han tenido que ceder terreno. En su visita a Cuba, el presidente uruguayo, Pepe Mujica, nos comentó que ya en su país se reconocen la mayor parte de los títulos. Sólo se mantiene la resistencia en algunas especialidades, que son las que dan más dinero a los médicos y las que cuestan más caras a los pacientes, dijo con cierta amargura.

Sesgo ideológico 

El colegio médico y la oposición brasileña acusan a Dilma de contratar cooperantes cubanos por razones ideológicas pero el Ministerio de Salud les responde que la gran mayoría de los galenos de la isla irá a zonas del norte y noreste del país, justamente a aquellos a lugares que no fueron elegidos ni por los brasileños ni por los extranjeros que calificaron para el programa, a pesar de que se ofertan salarios mensuales de 13.500 dólares.
En realidad, más allá de las simpatías políticas, el gobierno brasileño no tenía opción, su plan para extender la cobertura sanitaria a todo el país requiere 54.000 médicos. Esta semana se incorporan 244 profesionales de Portugal, España, Argentina y Uruguay pero optando por trabajar sólo en las ciudades. Cuba es la única nación capaz de enviar, en un tiempo muy breve, un contingente de miles de galenos a las zonas más necesitadas. Un lujo que puede permitirse porque cuenta con casi 80.000 graduados en medicina, uno por cada 150 habitantes, la mejor tasa del mundo.

Médico cubano dá lição de dignidade a colegas brasileiros

O médico cubano Juan Delgado, que foi vaiado e chamado de “escravo” por médicos do Ceará, deu uma lição de dignidade ao responder às ofensas dirigidas a ele durante o protesto da categoria. Em entrevista à Folha de São Paulo, Delgado se mostrou surpreso com as atitudes dos colegas brasileiros e disse que não entendeu o motivo da hostilidade, já que está no país para ser “escravo da saúde e dos pacientes doentes, pelo tempo que for necessário”.

Os ataques ao médico cubano e a outros profissionais estrangeiros aconteceram na segunda-feira, após o primeiro treinamento do programa Mais Médicos. Juan foi estampado numa foto com duas mulheres de jaleco branco, aparentando boas condições financeiras, que o vaiavam.

“Vamos ocupar lugares onde eles não vão”, disse Delgado, em referência ao manifesto dos médicos cearenses. O médico cubano ficou impressionado com a reação dos colegas de profissão e ressaltou que os estrangeiros que chegaram ao Brasil “não vão tirar os postos de trabalho dos brasileiros”. Delgado se candidatou ao Mais Médico por vontade própria e já atuou no Haiti.

"Os brasileiros deveriam ir nos lugares mais pobres"

Durante a entrevista, ele deu um caminho mais civilizado para os médicos brasileiros evitarem a contratação de outros estrangeiros. “Eles [médicos brasileiros] deveriam fazer o mesmo que nós, ir aos lugares mais pobres prestar assistência”, opinou. Para ele, o comportamento ofensivo não está partindo de toda a classe, mas apenas de alguns que rejeitam os cubanos.

Delgado comentou sobre as dificuldades que os médicos cubanos podem encontrar nas áreas mais remotas do país. “O trabalho vai ser difícil, porque vamos a lugares onde nunca esteve um médico e a população vai precisar muito de nossa ajuda”, disse Delgado, completando que é possível oferecer uma assistência eficiente à população, mesmo em condições de infraestrutura precária.

Nesta terça-feira (27), o Ministério da Saúde e outras entidades da classe médica no Ceará pediram desculpas aos médicos cubanos ofendidos e classificaram como “intolerância, racismo e xenofobia” a atitude dos médicos do Simec.

O presidente do sindicato, José Maria Pontes, alegou que as vaias não foram dirigidas aos profissionais cubanos, mas aos gestores do curso e a expressão “escravos” não teve um sentido pejorativo. A presidente Dilma Rousseff também comentou o incidente, com a frase “Eu achei bom os aplausos”.

Com informações do Viomundo, Jornal do Brasil e Portal Vermelho

Médicos cubanos recebem flores um dia após agressões

Cubanos recebem flores e comentam agressões do dia anterior. “Vimos que aquilo foi feito por uma minoria. Hoje foi o dia mais bonito desde que chegamos ao Brasil. O povo brasileiro é irmão e estamos aqui para trabalhar para o povo brasileiro”


Médicos cubanos xingados de “escravos”
e “incompetentes” por médicos cearenses
recebem flores (Foto: Diario do Nordeste)
Depois do protesto com vaias e xingamentos na abertura do curso (veja aqui), os médicos cubanos que chegaram ao Ceará pelo Mais Médicos receberam flores e aplausos de integrantes de movimentos sociais nesta terça-feira (27) na Escola de Saúde Pública, em Fortaleza. Na saída do primeiro dia de aula do curso preparatório, os estrangeiros deram sorrisos e sinais de positivo para quem os esperava e receberam aplausos e gritos como “Cubano amigo, o povo está contigo”.
“Estamos seguros. Confiamos no povo brasileiro e temos uma tarefa que vamos cumprir”, afirmou o médico cubano José Armando Molina. Segundo ele, os médicos estrangeiros não ficaram assustados e tristes com o ato hostil que aconteceu na segunda-feira (26), quando foram chamados de “escravos” e “incompetentes”.
“Vimos que aquilo foi feito por uma minoria de pessoas. Hoje foi o dia mais bonito desde que chegamos ao Brasil. Conhecemos que o povo brasileiro é irmão como somos dele. Estamos aqui para trabalhar para o povo brasileiro”, disse.

‘Truculência e xenofobia’

Nesta terça, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que há “truculência” e “xenofobia” na atitude de médicos brasileiros que hostilizaram médicos cubanos em Fortaleza.
O grupo de 96 estrangeiros que está fazendo curso de atenção básica de saúde e português no Ceará foi recebido para a aula inaugural do treinamento, na segunda, por cerca de 50 profissionais brasileiros que gritavam palavras de ordem e reivindicavam pela realização do Revalida, exame de validação do diploma de medicina para curso feito no exterior.
“Em primeiro lugar, tem muita truculência, muita incitação ao preconceito, e à xenofobia. [...] Lamento veementemente a postura de alguns profissionais – porque eu acho que é um grupo isolado – de ter atitudes truculentas, [que] incitam o preconceito, a xenofobia. Participaram de um verdadeiro ‘corredor polonês’ da xenofobia, atacando médicos que vieram de outros países para atender a nossa população”, declarou o ministro.

Hostilidade

O protesto desta segunda-feira foi organizado pelo Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec). Na saída, houve bate-boca e tumulto e os estrangeiros foram xingados de “escravos” e “incompetentes” e foram alvos de gritos como “voltem para a senzala”.
O secretário de Gestão Estratégica do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro, disse ter sido atingido com um ovo e agredido fisicamente e não descartou registrar um boletim de ocorrência contra o Simec. ”Foi um ato de agressividade, xenofobia, preconceito e racismo. Nós entendemos que o preconceito e racismo de alguns é porque ainda eles sentem saudades da Casa Grande e Senzala” , desabafou.
Monteiro reclamou da atitude dos médicos. “Foi o meu primeiro ovo. E o primeiro a gente nunca esquece. Temos que repudiar atos do tipo e propagar e defender uma cultura de paz. Não houve agressão física em outras pessoas, mas em mim, sim, como empurrões e tapas. Houve agressão verbal. Estou analisando isso. Inclusive, fiquei sabendo que alguns representantes sociais vão entrar com queixa alegando xenofobia e racismo contra o Sindicado dos Médicos”, disse.
O secretário disse que espera uma retratação do Sindicato dos Médicos do Ceará o quanto antes. “Nós entendemos que o Simec teria que se retratar. O que ocorreu nesta segunda-feira aqui é lamentável. É preciso uma retratação. Jovens médicos praticaram atos de violência.”
com Diário do Nordeste e G1 Ceará - via Pragmatismo Político

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

EXALTAÇÃO À BELEZA FEMININA

Foto de  Karol Soares

A beleza feminina está no corpo e no olhar,

Na maneira de sorrir,no jeito de caminhar.

Nos atos e atitudes,está dentro do coração,

Está sempre em evidência,sempre em evolução.


A beleza feminina não é só beleza externa,

E são muitos os fatores que tornam a mulher bela.

Um gesto,uma ação,uma palavra,um exemplo,

A verdadeira beleza,afirmo,que vem de dentro.


A beleza feminina é um atributo, um dom,

E ser bela não depende de classe ou posição.

A beleza é a virtude de quem pratica o bem,

E essa virtude, eu digo, que nem todo mundo tem.


A beleza feminina,está na força e na garra,

Na coragem, na ousadia, desse ser que nunca para.

Que luta constantemente, derrubando preconceitos,

Que enfrenta desafios e defende seus direitos.


A beleza feminina deve ser alardeada,

Em verso, prosa e poesia, ao mundo manifestada.

Essa beleza que dá, à mulher, graça e coragem,

Que não é adquirida à base de maquiagem.


A verdadeira beleza,

Não está num rosto perfeito.

A mais bela das mulheres,

Carrega dentro do peito.


Poema de Luiz Carlos Gurutuba

Araras vermelhas visitam Nova Londrina

Contrastando com o frio e com as ultimas visitas pouco plausíveis à pequena Nova Londrina no Noroeste do Paraná, a manhã fria desta quarta-feira, 28 de Agosto, foi marcada por uma rara manifestação da natureza. Cinco Araras vermelhas deram o ar da graça ao pousarem em um pé de sete copas localizado no Colégio Estadual Ary João Dresch, a visita dos cinco inarráveis seres, encantou os de bom gosto e a lente do Sr Geraldo Pereira da Silva, registrou o efêmero passeio destas belas aves que por um louvável motivo, gozam de plena liberdade neste mundo onde os seres racionais são seus maiores predadores... Pra você que igual a mim não teve a oportunidade de vê-las ao vivo e a cores, aqui estão as fotos das cinco araras vermelhas que embelezaram a copa de uma das nossas árvores...  Resta-nos agradecer, muito obrigado e a sua benção, querida mãe natureza.






Casa Lotérica de Nova Londrina é alvo de assaltantes

Ontem por volta das 15h30m a Casa Lotérica Pote de Ouro de Nova Londrina foi alvo de uma tentativa de assalto.
Conforme informação do proprietário do local, dois indivíduos armados e encapuzados chegaram ao recinto e ao notarem a blidagem anti-assalto do estabelecimento, frustraram-se acabaram indo embora. No instante do cocorrido haviam quatro pessoas na casa de apostas e segundo a Policia Militar de Nova Londrina, essas pessoas não quiseram registrar a ocorrência.
A PM informou ainda que está realizando rondas pela cidade para tentar identificar algum suspeito: "Vai ser difícil, pois, os clientes que estavam na lotérica, não deram descrições claras dos indivíduos", afirmou a polícia.

Maiores informações sobre o caso você poderá ouvir no Comando da Manhã e no Jornal do Meio Dia da Rádio Pontal de Nova Londrina - Para ouvir a rádio, acesse: http://www.pontalweb.com.br/noticia.php?id=748

Fonte: pontalweb.com.br/Celso Violim

Uma bofetada na Bolívia

O lamentável caso da ajuda brasileira ao fugitivo boliviano Roger Pinto Molina.


Imagine se a diplomacia equatoriana desse um jeito de tirar Julian Assange da embaixada de Londres e levá-lo a Quito.
É, simplesmente, inimaginável.
Pois foi o que o Brasil fez com a Bolívia. Com a ajuda de um diplomata brasileiro, um fugitivo boliviano que estava refugiado na embaixada nacional em La Paz foi trazido para o Brasil.
O governo de Evo Morales ficou, com toda razão, ofendido.
O fugitivo, o senador Roger Pinto Molina, é o clássico predador de direita sulamericano. Ele é suspeito de envolvimento num massacre em que foram mortos 19 índios. Também é acusado de traficar drogas e acumular uma fortuna com propinas.
Molina é, em suma, o anti-Assange, já que falamos do fundador do Wikileaks.
A iniquidade social abjeta da Bolívia, contra a qual Morales vem bravamente se batendo, se deve a figuras como Molina. Os Molinas espalhados pela América do Sul construíram uma região campeã mundial de desigualdade social. Para que eles erguessem seus palacetes milhões de pessoas foram arremessadas a favelas em todos os países sulamericanos.
Dilma, aparentemente, foi apanhada de surpresa pela chegada de Molina ao Brasil. Na biografia de Molina não existe nada que possa causar boa impressão em alguém com a visão política de Dilma.
Também é presumível que o chanceler Antonio Patriota nada soubesse. Ele com certeza trataria de um assunto tão importante como esse com Dilma. Evo Morales é caro a ela.
A hipótese mais provável é que tenha sido um ato isolado da diplomacia brasileira em La Paz. A responsabilidade tinha que recair mesmo sobre Patriota.
Dilma se livrou rapidamente de Patriota, que vai para a ONU. Foi uma espécie de pedido de desculpa ao governo boliviano.
Mas é pouco, muito pouco, diante da espetacular bofetada que foi a transferência para o solo brasileiro de um homem sobre o qual pesam acusações terríveis.
PAULO NOGUEIRA - diário do centro do mundo

O que significam os 38% de Dilma

Essencialmente, que as eleições de 2014 estão definidas.

Ela vai ter quatro anos para acelerar as reformas sociais
Os 38% de aprovação de Dilma na pesquisa do Ibope – 7 pontos a mais que uma feita no calor dos protestos de junho – indicam, essencialmente, uma coisa.
2014 está virtualmente definido.
Salvo o que seria uma das maiores surpresas da história eleitoral brasileira, Dilma terá seu segundo mandato.
A recuperação previsível da popularidade de Dilma ajuda a entender melhor as manifestações.
A oposição gostaria que o foco dos protestos tivesse sido a “corrupção”. Se fosse assim, a disputa estaria aberta.
Destaca-se, neste sonho forçado, a entrevista nas páginas amarelas que a Veja deu com um troglodita de direita que a revista alçou à condição falsa de “voz que emerge das ruas”.
Mas não foi isso.
Os protestos, como afirmaram categoricamente seus reais inspiradores, os jovens do Passe Livre, estavam pedindo mais ação social, mais inclusão, menos desigualdade. E menos alianças espúrias com caciques como Maluf ou os ruralistas.
As manifestações foram um chacoalhão no PT, sem dúvida. Mas um chacoalhão vindo da esquerda, e não da direita.
Líderes petistas como Lula e Dilma parecem ter compreendido a mensagem.
Dez anos de PT e o que se tem é o conhecido copo pela metade, em termos de avanços sociais. O país se tornou menos iníquo com programas como o Bolsa Família, mas a velocidade das reformas tem sido frustrante exatamente por conta dos compromissos com políticos conservadores.
Se você firma uma aliança de ocasião com a bancada ruralista, para ficar apenas num exemplo, pobres índios.
Daí a emergência de uma reforma política que tire os freios que atrasam a transformação do Brasil numa – sonhar não custa nada – Escandinávia.
Dilma pode se tornar uma grande presidenta em seu segundo mandato.
Mas para isso ela vai ter, como em sua moto, pisar no acelerador das reformas que coloquem o Brasil num lugar honroso entre os países socialmente justos.
Os brasileiros mostraram estar fartos de tanta acomodação, tanta conciliação com quem levou o país à condição de campeão mundial da desigualdade social.
No DIARIO DO CENTRO DO MUNDO

Facebook deu informações de 857 usuários a autoridades do Brasil


Relatório divulgado nesta terça-feira (27) pelo Facebook mostra que, no Brasil, foram feitas 715 solicitações relativas a 857 usuários ou contas da rede social. Em 33% das solicitações, algum tipo de dado foi revelado.


O país com maior número de solicitações foi os Estados Unidos com cerca de 12 mil solicitações relativas a 21 mil contas de usuários. Em 79% dos casos, alguma informação foi revelada. O Relatório Global de Requisições de Autoridades abrange o período entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2013.

O segundo país com maior número de solicitações foi a Índia: 3.245 relativas a 4.144 contas. Em metade das solicitações, alguma informação foi repassada às autoridades. No Reino Unido foram 1.975 solicitações envolvendo 2.337 contas. Em 68% das solicitações houve retorno de informações.

Na Alemanha foram 1.886 sobre 2.068 contas. O retorno com informações abrange 37% dos casos. Das 1.547 solicitações feitas pelas autoridades francesas que buscaram dados sobre 1.598 contas, 29% obtiveram retorno. Na Itália foram 1.705 solicitações relativas a 2.306 contas. Em 53% das solicitações, as autoridades receberam retorno com informações.

De acordo com o conselheiro-geral do Facebook, Colin Stretch, a análise das requisições são feitas levando em conta os termos da empresa e a legislação aplicável. Ele informou que o Facebook exige também uma descrição detalhada de bases factuais e legais para cada requisição.

“Contestamos muitas dessas requisições quando encontramos deficiências legais ou quando identificamos requisições amplas ou vagas. Quando precisamos cumprir com um pedido em especial, normalmente compartilhamos uma única informação básica da conta, como o nome do usuário”, disse por meio de nota o conselheiro.

Este é o primeiro relatório do tipo produzido pelo Facebook com o objetivo de dar mais transparência às requisições de informações feitas por autoridades em investigações oficiais. Stretch informou que outros relatórios serão preparados.

Em audiência pública no Senado, o gerente de Relações Governamentais do Facebook no Brasil, Bruno Magrani, disse que, no caso dos Estados Unidos, as autoridades que solicitam os dados vão desde delegados procurando crianças desaparecidas e roubos até questões de segurança nacional.

Fonte: Agência Brasil


terça-feira, 27 de agosto de 2013

MÉDICOS BRASILEIROS ENVERGONHAM O PAÍS

A foto abaixo diz tudo; um médico cubano negro, que chegou ao Brasil para trabalhar em um dos 701 municípios que não atraíram o interesse de nenhum profissional brasileiro, foi hostilizado e vaiado por jovens médicas brasileiras; com quem a população fica: com quem se sacrifica e vai aos rincões para salvar vidas ou com uma classe que lhe nega apoio?


247 - Em nenhum país do mundo, os médicos cubanos estão sendo tratados como no Brasil. Aqui, são chamados de "escravos" por colunistas da imprensa brasileira (leia mais aqui) e hostilizados por médicos tupiniquins, como se estivessem roubando seus empregos e suas oportunidades. Foi o que aconteceu ontem em Fortaleza, quando o médico cubano negro foi cercado e vaiado por jovens profissionais brasileiras.
Detalhe: os cubanos, assim como os demais profissionais estrangeiros, irão atuar nos 701 municípios que não atraíram o interesse de nenhum médico brasileiro, a despeito da bolsa de R$ 10 mil oferecida pelo governo brasileiro. Ou seja: não estão tirando oportunidades de ninguém. Mas, ainda assim, são hostilizadas por uma classe que, com suas atitudes, destrói a própria imagem. Preocupado com a tensão e com as ameaças dos médicos, o ministro Alexandre Padilha avisou ontem que o "Brasil não vai tolerar a xenofobia" (leia mais aqui).
Ontem, o governo também publicou um decreto limitando a atuação dos profissionais estrangeiros ao âmbito do programa Mais Médicos – mais um sinal de que nenhum médico brasileiro terá seu emprego "roubado" por cubanos, espanhóis, argentinos ou portugueses. Ainda assim, cabe a pergunta. Com quem fica a população: com o negro cubano que vai aos rincões salvar vidas ou com os médicas que decidiram vaiá-lo?
Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre a carteira provisória dos profissionais estrangeiros:

Aline Leal Valcarenghi Repórter da Agência Brasil

Brasília - O governo federal publicou ontem (26) decreto determinando que a carteira provisória dos médicos com diploma estrangeiro que atuarão pelo Mais Médicos deverão trazer mensagem expressa quanto à vedação ao exercício da medicina fora das atividades do programa.
Para atuar no Brasil, médicos formados no exterior precisam fazer o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). No entanto, a medida provisória que cria o Mais Médicos prevê que os profissionais que forem trabalhar por meio do programa não precisarão passar pelo procedimento para atuar no local especificado pelo Ministério da Saúde. Se o médico inscrito quiser atuar em outro local, deverá passar pelo Revalida.
O registro provisório do "médico intercambista" deverá ser solicitado ao Conselho Regional de Medicina (CRM) do estado onde o médico atuará. Os conselhos regionais disseram que entrariam na Justiça para terem o direito de não registrar os profissionais que não têm o Revalida. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que esta é uma determinação legal, e portanto, deve ser cumprida.
Segundo o decreto presidencial, a declaração de participação do médico intercambista no Mais Médicos, acompanhada dos documentos especificados, é condição necessária e suficiente para a expedição de registro profissional provisório e da carteira profissional.O registro deverá ser expedido pelo CRM no prazo de 15 dias a partir da apresentação do requerimento pela coordenação do programa.
O decreto publicado hoje prevê ainda que o supervisor e o tutor acadêmico, que acompanharão trabalho dos médicos que atuarão pelo programa, poderão ser representados judicial e extrajudicialmente pela Advocacia-Geral da União, entidade que defende a União.
Os tutores são professores indicados pelas universidades federais que aderiram ao programa. Já os supervisores podem ser profissionais de saúde ou docentes das instituições. De acordo com o Ministério da Educação, que determina o processo de supervisão, haverá um tutor para cada dez supervisores, e um supervisor para no máximo dez médicos. Os supervisores deverão fazer visitas periódicas aos médicos, no mínimo uma por mês.
Via Brasil 247

Espanhóis ironizam oposição por críticas a médicos cubanos


O jornal Público, da Espanha, ironiza o comportamento da oposição, da mídia e das entidades médicas brasileiras com a chegada dos médicos cubanos.
A “zoação” já começa pelo título: Os “escravos” cubanos deixam nervosos os médicos brasileiros.
Diz que setores da oposição afirmam que “Brasília e Havana sujeitam os médicos ao ‘trabalho escravo’”.
Mas lembra que os US$ 1.600 que os cubanos receberão de seu Governo, são “um monte de dinheiro” numa país onde a cesta básica de uma família anda em tono de US$ 100.
“O Conselho Federal de Medicina do Brasil afirma que a chegada  dos médicos cubanos “expõe a saúde da população a risco.” No entanto, apenas mil médicos brasileiros concordaram em trabalhar em algumas das centenas de vilarejos em que nunca houve um médico. Parece estranho dizer que para quem sofre dessas regiões é melhor viver sem cuidados de saúde de que a presença de médicos cubanos.”
A publicação espanhola critica ainda as entidades brasileiras por dizerem que “a formação de seus colegas da ilha é pobre”.
“No entanto, são os médicos “pau pra toda obra”, dispostos a morarem nas áreas mais inóspitas, capazes de trabalhar com o mínimo de recursos, prontos para campanhas preventivas de saúde, e muito experiente no diagnóstico clínico, indispensáveis ​​em locais onde não há ou equipamento de laboratório”.
E conta que em  muitos países “as faculdades de medicina dificultam a validação dos títulos de escolas médicas cubanas”, embora aos poucos venham tendo de que ceder.
“Durante sua visita a Cuba, o presidente uruguaio, Pepe Mujica, disse-nos (ao jornal) que em seu país  já reconhece a maioria dos títulos. A resistência só é mantida em algumas especialidades, as que dão o mais dinheiro  para os médicos e que custam mais caro aos pacientes, falou com alguma amargura.”
Público afirma que, “para além das simpatias políticas, o governo brasileiro não tinha escolha, pois seu  o plano para ampliar a cobertura de saúde para todo o país precisa de 54 mil médicos”.
“Esta semana chegam 244 profissionais de Portugal, Espanha, Argentina e Uruguai, mas que escolheram  de trabalhar somente nas cidades. Cuba é o único país capaz de enviar, em um tempo muito curto, um contingente de milhares de médicos nas áreas mais carentes. Um “luxo”  a que a ilha pode se dar, porque tem quase 80 mil graduados em medicina, um para cada 150 habitantes, a melhor taxa do mundo.”
Por: Fernando Brito

Via Tijolaço
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...