APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - JOALHERIA OURO BRANCO 44 9839-3200 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA lIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA-REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADE - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 6 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

31 de Outubro na história

1904 - Dia da saúde pública        
                              
Aprovada, graças ao médico Osvaldo Cruz, a Lei da Vacina Obrigatória. Sob ataque da imprensa, ela chega a causar um levante popular na capital (a Revolta da Vacina), mas é um marco histórico da saúde pública no país. A vacina termina se impondo e liquida a febre amarela, antes endêmica no Rio.

Osvaldo Cruz, na mordaz caricatura de Bambino
1517:
O monge alemão Martinho Lutero divulga as 95 teses, em desafio a Roma. Começa a Reforma protestante.
1824: 
Derrota da Confederação do Equador no CE (Sta Rosa). Seu líder, Tristão de Alencar Araripe, morre em combate.
1837:
Vitória dos farrapos de Bento Ribeiro e Canabarro sobre os imperiais em Espinilho, Cruz Alta, RS. Em Paranaguá, PR, lanchão farroupilha apresa a sumaca D. Elvira.
1869:
Lançada a Gazeta de Caminhas, SP, órgão dos cafeicultores escravistas.
1874:Os quebra-quilos rebelam o povo de Fagundes, PB.
Quebra-quilos
1881:
1ª eleição pós Lei Saraiva, reforma política visando salvar o já enfermo regime imperial: 117 mil votos elegem 68 deputados liberais e 54 conservadores.
1887:
A Câmara de S. Borja, RS, pede plebiscito sobre a República, por julgar a princesa Isabel, "uma mulher obcecada com uma educação jesuítica e casada com um príncipe estrangeiro".
1968:
Os EUA, sob pressão interna e internacional, suspendem o bombardeio contra o Vietnã do Norte.
1978:
As Cortes ratificam a Constituição pós-franquista na Espanha.
1990:
A Embraer demite 3.600 de sua fábrica em S. José dos Campos, SP.
1992:
O Vaticano reabilita Galileu, condenado 370 anos antes por ter afirmado, contra o dogma da Igreja, que a Terra gira em torno do Sol.
2002:
Passeata de 5 mil contra a Alca (Área de Livre Comércio das Américas), na Av. Paulista, SP, durante confência de ministros em Quito.
2004:
A Frente Ampla elege o médico Tabaré Vásquez pres. do Uruguai e faz maioria no Parlamento. Os uruguaios iniciam controvertida expedriência de governo de centro-esquerda



2010:
Dilma Rousseff e eleita a primeira mulher presidente da republica federativa do Brasil, ela obteve 56,05% do total de votos válidos.

Vermelho



Pesquisa que apontava liderança de Aécio admite números falsos

Com o término da corrida presidencial, as informações sobre as verdadeiras táticas de campanha da oposição começam a pipocar em todos os jornais. De acordo com matéria publicada no site da Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (30), Adriano SIlvoni, dono do Instituto Veritá, e Leonardo de Assis, estatístico responsável pela pesquisa, informaram que os levantamentos divulgados durante os programas do tucano foram utilizados de maneira enganosa pela campanha de Aécio Neves (PSDB).


As práticas enganosas usadas pelo marketing da campanha do candidato Aécio Neves, que manipulou os resultados de uma das últimas pesquisas promovidas pelo Instituto Veritá para a preferência do eleitorado em Minas Gerais, foram denunciadas à imprensa quatro dias após as eleições do segundo turno, ocorrida no último domingo (26).

Os dados, coletados ainda no final do primeiro turno, que apontariam Aécio à frente de Dilma em Minas Gerais por 57% a 43%, mostram apenas a coleta de 561 questionários no estado mineiro, e portanto não são representativos. Tais questionários foram utilizados peo Instituto para compor a amostra total de eleitores do Brasil, e não apenas em Minas, como amplamente alardeado.

Mesmo alertados, os marketeiros seguiram em frente com a divulgação durante os programas do candidato de rádio, TV e conteúdo online, creditando a pesquisa ao jornal Hoje em Dia.

É de se pensar: por que estas informações estão sendo dadas apenas hoje? Quais seriam os interesses por trás de notícias como estas que não foram divulgadas pela grande mídia durante as eleições?

Aécio Neves não conseguiu superar Dilma Rousseff no próprio berço político. Em Minas, Dilma obteve 52,41% e Aécio ficou com 47,59%. A diferença entre eles foi de pouco mais de 500 mil votos.

Com informações do Muda Mais

Projeto na Câmara propõe plebiscito da reforma política

Em meio às discussões sobre a necessidade de uma ampla reforma política no País, surge com força a defesa pela aprovação na Câmara do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) que define a convocação de plebiscito para decidir os temas da reforma política. A presidenta reeleita Dilma Rousseff tem defendido a reforma política via consulta popular.

Na ocasião, os líderes e dirigentes partidários entregaram a proposta da Câmara à presidenta Dilma.
O PDC, que define os temas do plebiscito para viabilizar a reforma, foi apresentado em agosto do ano passado com a assinatura dos líderes de quatro partidos políticos. Entre eles, José Guimarães (PT-CE), então líder do PT na Câmara, André Figueiredo (PDT-CE), Manuela D’Ávila (PC do B-RS) e Beto Albuquerque (PSB-RS).

Atualmente o PDC encontra-se na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, aguardando parecer do relator da matéria, deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ). Se aprovado, o projeto convoca um plebiscito nacional que será realizado em data definida pelo Congresso Nacional e comunicada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os temas abordados tratariam de financiamento de campanha, participação popular no processo legislativo e coincidência de eleições.

Com PT na Câmara

O medo do comunismo e a paranóia de pessoas supostamente bem informadas

Executivos, advogados, médicos etc., pessoas que se consideram "bem informadas" pela mídia tradicional estão, pasmem, com medo da "invasão bolivariana": comunistas escondidos nos telhados, prontos para atacar a noite e articulados pelo Foro de São Paulo


Luis Nassif, GGN

Converso com um advogado, de um grande escritório, liberal e de cabeça aberta. E me surpreendo com seus receios: o de que a vitória de Dilma Rousseff possa ser o início de uma república bolivariana no país.
Por e-mail, um ex-executivo de banco me escreve manifestando o mesmo receio.
São pessoas supostamente bem informadas pelos meios convencionais de informação: os velhos jornais e revistas do eixo Rio-São Paulo.

Esclareço que os problemas do PT são os mesmos dos partidos convencionais: acomodamento trazido pelo poder, apego aos cargos públicos, burocratização, fechamento às manifestações da opinião pública.
Nada que o PSDB e mais partidos também não pratiquem em estados onde são poder.

Digo a ambos que o papel dos partidos é o de civilizar a disputa política, abrigando os diversos segmentos sociais dentro do esquadro partidário. Onde não acontece esse trabalho, a disputa política torna-se selvagem. Hoje em dia, a maioria dos movimentos sociais ganhou uma institucionalização, porque representados na esfera partidária. E o PT teve papel relevante nessa ação civilizatória.

Seu defeito de hoje foi ter fechado as portas aos novos movimentos e burocratizado sua estrutura. Mas esses movimentos buscaram o Rede, de Marina – infelizmente servindo de escada para as ambições menores de Marina, que abriu mão de criar um partido pelo canto de sereia de um cargo em um futuro governo Aécio.

Do lado do governo Dilma, houve o mesmo fenômeno do PT, do abandono dos conselhos de participação e outras formas de interação com a sociedade civil – incluindo os conselhos empresariais, que se manifestavam no Conselhão (o Conselho de Desenvolvimento Social) e nos conselhos reunidos em torno da ABDI (Agência Brasileira para o Desenvolvimento Industrial).

Então o que assusta meus interlocutores? O advogado explica que foi a reação de Dilma às ofensas do Itaquerão, quando generalizou e atribuiu as grosserias à elite branca. E também as manifestações populares, durante sua campanha.

Seria o mesmo que considerar que a adesão a Aécio do submundo dos preconceitos e da intolerância transformaria sua vitória em uma Noite de São Bartolomeu,
Na verdade, já era hora de ambos os partidos se desvencilharem desse radicalismo que só se manifesta na retórica dos palanques.

Por trás desses medos recíprocos, há um enorme déficit informacional, devido ao proselitismo cada vez maior do jornalismo atual e à incompetência cada vez maior dos partidos. A insistência em se falar de venezuelização do país mostra que o único ponto de convergência com a Venezuela é o nível de ambas as mídias.

Os tropeços da política econômica de Dilma não podem ser comparados ao populismo desbragado do chavismo. A busca de relações comerciais com a América do Sul, ou com os BRICs, se prende a uma estratégia geopolítica – que pode e deve ser criticada enquanto estratégia, não como uma tendência bolivariana.

O país cheio de comunistas escondidos no telhado das casas, prontos a atacar de noite, articulados pelo Foro São Paulo é uma criação midiática, pirações da sociedade do espetáculo, roteiros novelizados, assim como foi o fantasma da guerra fria que gerou o macartismo nos anos 50 nos Estados Unidos ou a Guerra dos Mundos, de Orson Wells.

O Teror do Nordeste

Prefeitura de Nova Londrina prepara o Cemitério para o Dia de Finados

A Administração Municipal, por intermédio da Secretaria Municipal de Viação e Obras Pública, dentre várias ações espalhadas por toda cidade de Nova Londrina, finaliza hoje a preparação do Cemitério Municipal São Paulo Apóstolo para receber os milhares de visitantes que deverão comparecer no feriado de finados neste domingo (02) para visitação.

Cemitério está pronto para receber os visitantes
Nos últimos dias, o Cemitério recebeu a atenção tanto pelo poder público, quanto de inúmeras pessoas que realizaram limpezas e melhorias em túmulos de familiares e amigos, objetivando uma melhor aparência.
A Administração Municipal informa que está tudo preparado para bem acolher os visitantes e pede para que a população, ao colocar vasos sobre os túmulos, que façam furos nesses recipientes, para que não empossem água durante o período chuvoso, evitando, assim, a proliferação de focos do mosquito da dengue.

A Secretaria da Paróquia São Pio X e Santa Rita de Cássia, por intermédio do Pároco, Frei José Arnaldo Schott e do Reitor do Seminário, Frei Evandro Fávero, comunica que no Dia de Finados, no Cemitério Municipal São Paulo Apóstolo, haverá a celebração de uma missa, às 7h30 da manhã, se chover a missa será na Igreja Matriz.

Frei José Arnaldo Schott, informa ainda que no Dia de Finados, na Igreja Matriz São Pio X e Santa Rita de Cássia a segunda missa será celebrada às 9h30 e a outra às 19h.  "Aqueles que nos deixaram não estão ausentes, mas invisíveis. Têm seus olhos cheios de glória, fixos aos nossos, cheios de lágrimas" (Santo Agostinho).

Itaúna do Sul enfrenta epidemia de dengue

Com 146 casos confirmados de dengue ao longo deste ano, 19 só na última semana de setembro, Itaúna do Sul enfrenta mais uma epidemia da doença. O município está entre os 18 da região com circulação viral.

Moradores que não fazem o descarte devido do lixo contribuem para a proliferação da dengue
Foto: Arquivo DN/ Fabiano Fracarolli
Por Reinaldo Silva

De acordo com a chefe da Vigilância Sanitária da 14ª Regional de Saúde, Nilce Casado, uma nova estratégia de combate ao mosquito transmissor da dengue será adotada a partir de hoje: a pulverização do veneno com o chamado carro fumacê.

A situação em Itaúna do Sul é preocupante porque os moradores ainda são resistentes em relação à limpeza dos quintais e ao descarte correto do lixo. Mas o problema também está nas galerias de esgoto, onde frequentemente são encontrados focos de larvas do Aedes aegypti.

Nilce apresentou as soluções, que, apesar de óbvias, não estão sendo colocadas devidamente em prática pela população e pelo poder público. “As pessoas precisam fazer uma grande faxina para eliminar os focos do mosquito e fechar tambores e caixas d’água”.

Na hora de varrer as folhas que caem das árvores é importante não jogá-las nas bocas-de-lobo, nem deixadas amontoadas na rua ou na calçada. É que quando são levadas para as tubulações, as folhas interrompem a passagem de água e formam bolsões que dão condições para a reprodução do Aedes aegypti.

Cabe ao pode público, informou Nilce, fazer a limpeza e a manutenção das galerias, para não deixar que a água fique parada. Assim, as bocas-de-lobo deixarão de ser criadouros do mosquito.

A chefe da Vigilância Sanitária da 14ª Regional de Saúde disse que outros dois municípios que provocavam preocupação pelo quadro epidêmico eram Nova Londrina e Marilena. Em ambos, o número de pacientes com dengue reduziu nas últimas semanas, mas os moradores e o poder público precisam continuar tomando os cuidados necessários para evitar nova epidemia.

Fonte Diário do Noroeste

ZUENIR VENTURA É ELEITO PARA A ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS


Zuenir Ventura acaba de ser eleito para a Academia Brasileira de Letras, na vaga deixada por Ariano Suassuna.



Zuenir Ventura é mineiro de Além Paraíba, cidade onde nasceu em 1º de junho de 1931. Na adolescência, trabalhou como contínuo no Banco Barra do Piraí, faxineiro no Bar Eldorado e balconista da Camisaria Friburgo, entre outras ocupações. Mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro (RJ) em 1954 e ingressou na Faculdade Nacional de Filosofia, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ufrj). Formou-se em 1958, em Letras Neolatinas.

Em 1956 tornou-se redator de A História em Notícia (RJ), obra paradidática dirigida porAmaral Netto (1921-1995), que abordava os fatos históricos em linguagem jornalística. No ano seguinte, indicado por um professor da faculdade, conseguiu uma vaga de arquivista na Tribuna da Imprensa (RJ). Ganhou bolsa de estudos do governo francês, em 1959, para estudar no Centro de Formação de Jornalistas, em Paris. Paralelamente, trabalhou como correspondente da Tribuna, fazendo coberturas históricas, como a passagem de Jango por Paris antes de se tornar presidente da República e o encontro de cúpula entre Kennedy e Kruschev, em Viena.

De volta ao Brasil, ficou um tempo na redação da Tribuna e, depois, passou a trabalhar como editor de Internacional no Correio da Manhã, além de dar aula de Comunicacação Verbal na Escola Superior de Desenho Industrial, da qual é um dos criadores. Em 1965, assumiu o cargo de chefe de Reportagem da revista O Cruzeiro. Dois anos depois, tornou-se chefe da filial Rio da revista Visão.

Em 1968 foi preso, acusado de atividades subversivas pela ditadura militar, e passou três meses em uma cela com pessoas influentes como Hélio Pellegrino (1924-1988),ZiraldoGerardo Mello Mourão (1917-2007) e Osvaldo Peralva (1916-1992). Sua mulher e seu irmão também foram presos no mesmo dia, mas ficaram detidos por menos tempo. Escreveu o livro 1968: O Ano que Não Terminou, que se tornou best-seller e serviu de inspiração para a minissérie Anos rebeldes, exibida pela Rede Globo.

Em 1969, lançou uma série de reportagens – Os Anos 60: A década que mudou tudo – para a Editora Abril, que mais tarde se transformaria em livro. Em 1975, colaborou com o roteiro do documentário Que país é esse?, de Leon Hirzsman. Dois anos depois, passou a chefiar a sucursal carioca da revista Veja (SP). Junto com outros colegas investigou a morte da jovem Cláudia Lessin Rodrigues (1956-1977), reportagem que lhes conferiu oPrêmio Esso. Em 1980, fez entrevista com Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), rompendo um longo silêncio do poeta.

Em 1981 assumiu o cargo de diretor da filial Rio de Janeiro da revista IstoÉ (SP). Em 1989, como repórter especial do Jornal do Brasil (RJ), investigou o crime do seringueiro Chico Mendes (1944-1988). A série de reportagens lhe rendeu dois prêmios: o Esso de Jornalismo e o Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

Em 1983 após as chacinas da Candelária e do Vigário Geral colaborou para a criação doViva Rio, uma organização não governamental dedicada a projetos sociais e campanhas antiviolência. Em 1994, após nove meses frequentando a favela de Vigário Geral, editou um livro contando sua experiência: Cidade Partida, um retrato das causas da violência no Rio, obra que ganhou o Prêmio Jabuti de Reportagem.

Em 1998, ao ser surpreendido por um câncer em fase inicial na bexiga, resolveu publicar o livro Inveja – Mal secreto, onde contou a sua luta e vitória contra a doença, entre outras coisas. Em 2003, depois de 13 anos, voltou ao Acre para escrever a última parte deChico Mendes – Crime e castigo, lançado pela Companhia das Letras.

É colunista de O Globo

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

30 de Outubro na história

1979 - Dia do Santo Dias           

Num piquete na metalúrgica Sylvania, S. Paulo, a PM mata a tiros o líder operário católico Santo Dias da Silva, 37 anos. Mais de 10 mil protestam no enterro.

Santo Dias

1836:
O líder cabano Eduardo Angelim, preso no interior onde se abrigava entre os índios do alto Acará, é levado a Belém.
  
1880: 
Começa a circular no Rio O Abolicionista, jornal da Sociedade Brasileira Contra a Escravidão.
  
1914:
Greve dos têxteis em Sorocaba, SP, impede corte de 25% nos salários.
  
1943:
Greve de 530 mil mineiros do carvão nos EUA. Sofre dura repressão.
  
1958:
Grande manifestação do Pacto de Unidade Intersindical, S. Paulo, contra o aumento do transporte. Há repressão e resistência, 5 mortos.
  
1964:O gen. Castelo Branco nega denúncias de tortura.
Castelo,
visto por
Loredano
  
1977:
O poeta Thiago de Melo, no exílio desde 1969, ao voltar é preso no Galeão, Rio.
  
1979:
Os reajustes salariais, acossados pela inflação de 77%-ano, passam a ser semestrais.
  
1981:
Greve na Embraer, S. José dos Campos, SP, contra 400 demissões.
  
1983:
Eleição de Raúl Alfonsín (Partido Radical) consuma o fim da ditadura na Argentina.
  
1992:
Cuba aprova a eleição direta para deputados da Assembléia Nacional e das provinciais.
  
1993:
Congresso com 950 delegados, em Belo Horizonte, funda a CMP (Central de Movimentos Populares).

Vermelho

Polícia incinera 102 quilos de maconha em Nova Londrina


Na tarde de terça-feira (28), foi realizada a incineração de 102kg de maconha na cidade de Nova Londrina, em cumprimento à recente Lei Federal 12.961/14, que trata da destruição de entorpecentes pelo Delegado de Polícia Civil. Foi utilizada a caldeira industrial da fecularia INCOL (que trabalha a mais de 3.000 ºC) para a destruição da droga.

"Todas essas drogas foram apreendidas em operações conjuntas com a Polícia Militar. Após o pedido de incineração feito pela Polícia Civil, recentemente recebemos a autorização judicial para destruir os entorpecentes. Uma pequena quantidade do material foi mantida e será utlizada para comprovar que o material incinerado era maconha. Esse procedimento da nova lei é de suma importância para liberar espaço nossos depósitos, garantindo a colocação de outros bens apreendidos" disse o Delegado Alysson Tinoco.

Estiveram presentes no local o Delegado Titular da Comarca de Nova Londrina Alysson Gabriel Santos Nunes Tinoco, o Promotor de Justiça da Comarca Diego André Coqueiro Barros, o representante da vigilância sanitária da cidade, o Sr. Daniel Pinto de Melo, investigadores da Polícia Civil e funcionários da empresa INCOL.

PMDB e tucanos dão tiro no pé: derrota na Câmara é vitória de Dilma junto ao povo

A nova política do PSB de Marina é contra o povo. Só se salva Erundinada.A Ley dos Médios vem aí, mas não espere comportamento diferente desse partideco de quinta categoria.



Tem uma genial frase de Darcy Ribeiro, dizendo que havia fracassado em muitas tentativas de superar a pobreza, as carências educacionais e o subdesenvolvimento nacional, mas detestaria estar no lugar dos que o venceram.

A frase cai como uma luva na votação do projeto de autoria de dois deputados do DEM (Mendonça Filho e Ronaldo Caiado) para revogar o decreto da presidenta Dilma que criou o Plano Nacional de Participação Social.

Quem perdeu a votação na Câmara, a presidenta Dilma, fica do lado dos anseios populares. Quem "venceu" a votação fica mal na fita, tirando direitos do cidadão ter mais voz.

As V.Exas. da Câmara que a derrotaram, só deram visibilidade a uma coisa extremamente positiva para a popularidade da presidenta: Dilma está do lado da participação popular, do lado do povo ter voz no governo. A Câmara dos Deputados é que ficou contra.

O decreto apenas institucionalizava como política de estado a participação popular em caráter consultivo na formulação de políticas governamentais, sem tirar nenhum poder, nem invadir funções do legislativo.
Incluía inclusive a participação popular através da internet. É inconcebível em tempos de redes sociais que a política não se modernize e ouça mais o povo diretamente, dando mais cidadania e mais protagonismo popular.

Foi resultado do diálogo da Presidência da República com amplos setores da sociedade, conduzido pelo ministro Gilberto Carvalho, e que se acelerou após as grandes manifestações de junho de 2013, que pediam principalmente mais participação popular para o povo ter mais voz nas decisões nacionais e haver maior representatividade dos governantes eleitos.

A extrema direita, capitaneada pela revista Veja, demonizava o decreto, mentindo sobre seus efeitos como se levasse à uma "ditadura bolivariana" (sabe-se lá o que significa isso nas cabeças ensandecidas dos leitores da Veja), substituindo o Congresso Nacional por conselhos. Óbvio que é uma mentira deslavada. O decreto nem toca em nenhuma atribuição legislativo, por onde tem que passar todas as leis. Não mexe em estruturas institucionais.

Na prática, com ou sem decreto, o governo pode e deve consultar a sociedade para construir políticas públicas. Nada impede do governo conversar com todos os setores representativos da sociedade, colher sugestões, debater e até explicar efeitos colaterais nocivos que algumas reivindicações poderiam trazer. É até muito saudável esse processo de diálogo para amadurecer decisões.

O decreto apenas institucionalizava o processo de diálogo como uma política de estado e não de governo. Com Dilma reeleita a política de governo continuará existindo, com ou sem decreto.

O que é isso, PSB?

Só PT, PCdoB, PSOL e parte do PROS defenderam o projeto. Todos os outros partidos foram contra, inclusive PSB e PDT, confirmando sua guinada para o conservadorismo arcaico e um distanciamento das lutas populares transformadoras. Dos 15 deputados do PSB que votaram, 14 votaram contra o povo, e só Luiza Erundina (PSB-SP) destoou, indo contra a orientação de seu partido, que inclui entre seus companheiros o "socialista" Paulo Bornhausen (PSB-SC).

O ímpeto do PMDB em colocar em votação o projeto de autoria do DEM, dois dias após a eleição, para impor uma derrota à presidenta Dilma (derrota simbólica, porque na prática a participação popular não fica inviabilizada com a derrubada do decreto), foi mais um gesto político de disputa de espaços de poder, que passa pelo desejo de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se eleger presidente da Câmara, com apoio da oposição se for preciso, além da disputa por mais espaço dentro do governo.

Não tem problema. O povo está do lado da Dilma nesta "derrota", que deu mais visibilidade ao caráter popular do governo da presidenta.

Nome aos bois. Quem votou contra mais participação popular:
Abaixo, a lista de quem votou a favor do povo ter voz e poder de influência nas decisões nacionais e de quem trata o povo como gado que não pode falar, tem só que ouvir discursos de V.Exas.:(Obs: considere obstrução como voto a favor da participação popular, pois era o recurso possível naquela sessão de votação):» Clique aqui para continuar lendo »

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Carta de satanás a Lobão


Autor: Reácio Onário

Inferno, corte das trevas
Meu caro amigo Lobão
Lhe escrevo essa missiva
Como muita satisfação
Pois já soube dos seus planos
Que pros próximos quatro anos
Queres mudar de nação.

No inferno, caro amigo
Eu entendo o seu protesto
Venha que estou lhe esperando
Não se preocupe com resto
Que rancho e boia eu garanto
E você vai ver o quanto
Ao PT também, detesto.

Eu não gosto de Petralhas
Pois deu direito a pobreza
De comer todos os dias
De ter fartura na mesa
E igualmente a você
Sou fã de FHC
Esse sim é uma beleza!

Vendeu a Vale de graça
Traiu a sua nação
Deixou o pobre com fome
Cumpriu bem sua missão
Enganou o operário
Deu arrocho de salário
Pra toda a população.

E xingou de vagabundo
A quem era aposentado
Com a ação de FHC
Me senti realizado
Achei seu plano engenhoso
Pois quem maltrata o idoso
Merece ser apoiado.

Esse governo de pobre
É pior do que saúva
FHC era bom
Igual ki-suco de uva
Comprou porque era vivo
Com o cartão corporativo
Um consolo de viúva.

Com esse governo a elite
Perdeu a satisfação
De arrotar sua soberba
Com a mais cara profissão
Luiz Inácio é um bicho
Pois fez catador de lixo
Ter direito a educação.

Tenho nojo desse cara
Que deu a pobre o direito
De andar de carro novo
Comprar casa, ter respeito
Coisas que a Deus agrada
Deus me livre, camarada
Eu morro, mas não aceito.

Esse tal Bolsa Família
Eu odeio esse projeto
Pobre é pra morrer de fome
Viver na rua, sem teto
Quem ajuda essa gentalha
Para mim é um canalha
Ou o ser mais abjeto.

Esse Lula deu direito
Ao pobre sem instrução
Se educar, crescer na vida
E andar de avião
Aeroportos lotados
De pobre e de favelados
Isso sim é um mundo cão.

Um rico não pode mais
Ir ao shopping com a família
Que tem que topar com pobre
Comprando roupa e mobília
Seu partido errou o plano
E a culpa é do povo insano
Que pôs PT em Brasília.

Dilma é uma mulher honesta
E eu detesto honestidade
Aécio sim era o quente
Um político de verdade
Desde pequeno que é torto
Fez até aeroporto
Na sua propriedade.

Que negócio de carinho
Mulher trata é na porrada
Já quebrou até as fuças
De uma linda namorada
E com Dilma no debate
Lutando pra dá empate
Armava ardil e cilada.

Eu que sou sócio da Veja
Sempre procuro ajudar
O Mensalão dos Tucanos
Não deixei ninguém julgar
Nisso garanto a você
Ponho a culpa no PT
Antes de investigar.

Se por acaso os tucanos
Fizer um propinoduto
Eu apoio, pois eu acho
Que o poder absoluto
Só o rico é quem merece
Toda vez que um pobre cresce
O inferno fica de luto.

Meu nobre amigo Lobão
Sei que está no ostracismo
Pois esse povo canalha
Quer lhe jogar no abismo
Não curtem suas canções
Não solfeja seus refrões
Isso sim é um comunismo!!!

Venha aqui para o inferno
Que eu garanto a você
Que todo ano produzo
Uma bonita turnê
Nossa turma é da pesada
E até diaba recatada
Também curte um fuzuê.

Nessa Vida louca vida
Verá o quanto aqui ferve
E se eu não vou nessa porra
Quero que você me leve
No helicóptero dos Perrela
Cheire pó numa tigela
Mostre o quanto e vida é breve.

Eu detesto socialistas
Pois sou um velho reaça
Criança morrendo a míngua
Eu aprecio, acho graça
Polícia batendo em pobre
É a atitude mais nobre
Que eu vejo numa praça.

FHC é meu ídolo
Lógico, depois de você.
Pobre só comia calango
Quando o nosso FHC
Governava esse Brasil
Mas rico entra no funil
Com esse tal de PT.

Odeio esse tal de Lula
Frei Boff, e esse tal Frei Beto
Que mostra a força do povo
Deixando a povo inquieto
Se o filho de pobre estuda
No Brasil a coisa muda
E não terá analfabeto.

Se coisa seguir assim
Escravos e serviçais
Será coisa do passado
E o rico não goza mais
Até Aécio sem ama
Terá que fazer a cama
Entre suspiros e ais.

Aliás do nome Aécio
Eu sei o significado
É uma Ave de Rapina
Li no grego estou lembrado
Tenho anel e formatura
O nosso inferno é cultura
Tá pensando o que, barbado?

Não diga que desistiu
Não fique me embromando
Pois um diabo me informou
Que você tava chegando
Vindo acompanhado ou só
Vais dormir com minha avó
Ela já tá lhe esperando.

Minha vó é uma gata
De 10 mil anos de idade
E me disse que você
É um reaça de verdade
Só digo o que é exato
Quando ela viu seu retrato
Relembrou da mocidade.

Já comprou uma camisola
Transparente nesse ano
Você vai dormir na frente
E ela vai cuTUCANO
Na sua calda de lobo
Você como não é bobo
Verá que foi um bom plano.

No aeroporto de Claudio
Mando amanhã lhe buscar
Num confortável urubu
Meu astro vai decolar
Anote no seu caderno
Hora do voou pra o inferno
E a hora de chegar.

Eu agora me despeço
Mas deixo Aqui um abraço
Ao Roger do Ultrage
Que nunca mostrou cansaço
Pra falar mal do PT
É igualzinho a você
Tem a alma de ricaço.

Gentilli é gente da gente
Reacionário demais
Muito preconceituoso
Não deixa o Nordeste em paz
Mora no meu coração
Golpe é revolução
Na boca desse rapaz.

E a galera da Veja
É toda avessa a verdade
Jornalismo criminoso
É sua especialidade
Para acusar um sem prova
Sempre sai edição nova
Recheada de maldade.

Tem o Arnaldo Jabor,
William Bonner em ação
Lá na Venus Prateada
Tem também Míriam Leitão
Pra derrubar o Brasil
Cada um é mais sutil
Com garra e disposição.

Quando morrerem o inferno
Estará escancarado
Pra essa gente bacana
Que transmite o meu recado
Vamos vender o Brasil
Petrobrax, que sutil
Fico até arrepiado.

Lembrança a FHC,
Pense num velho profundo!
No tempo de seu governo
Vivia cheirando o fundo
No FMI falado
Deixou até penhorado
O Brasil no terceiro mundo.

Mas o PT tranformou
O Brasil numa potência
Pagou a tal Dívida Externa
Isso sim é incompetência
Do Fundo não são fregueses
Mas FHC três vezes
Quebrou o Brasil, que ciência!

O inferno te espera
Meu coleguinha Lobão
Judas lhe quer num amplexo
Caim lhe chama de irmão
Hitler manda um abraço amigo
E da mãe do Calor de Figo
Um beijo no coração.

FIM

29 de Outubro na história

 1963 - Dia da greve dos 700 mil               

Começa a greve dos 700 mil em SP, envolvendo 78 sindicatos. Obtém aumento salarial de 80%, mas não sua reivindicação central, a unificação das datas-base.

Passeata de grevistas no centro de São Paulo   
1918:
Os marinheiros da frota de guerra alemã se rebelam contra a guerra e o kaizer. O motim precipita o fim da 1ª Guerra e da monarquia.
1924: 
As tropas de S. Luís, Uruguaiana e S. Borja somam-se ao levante tenentista de Prestes no RS.
1929:
3ª Feira Negra. Crack da Bolsa de N. York deflagra a Grande Depressão.
1931:
Revolta do 21º BC, Recife. Choques, 50 mortos. O interventor de PE foge.
1945:
Golpe militar depõe Getúlio, que se auto-exila em S. Borja, RS, e empossa José Linhares, do STF.
1963:
Proposta de estado de sítio, feita por Jango mas combatida à esquerda e à direita, não passa no Congresso.
1979:Greve geral dos metalúrgicos de São Paulo e Guarulhos, declarada ilegal.
SãoPaulo,
1979
1985:
10 mil sem-terra ocupam a faz. Annoni, em Sarandi, RS, há 13 anos em desapropriação.
1990:
Assassinado em Barra do Garças, MT, o cacique Xavante Celestino.
1991:
Demarcadas 71 áreas indígenas (110 mil km2, 48 mil hab).
1991:
Greve geral de 300 mil metalúrgicos de S. Paulo, Osasco e Guarulhos.
1992:
Ieltsin proíbe a recém-criada Frente de Salvação Nacional da Rússia, ligada ao PC, mas esta rejeita a proibição.
1998:
A Comissão Verdade e Reconciliação conclui seu relatório sobre os crimes do regime racista sul-africano.


Vermelho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...