APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: VIVIANE GONÇALVES - MICAELA CRISTINA - MONICA OLIVEIRA- SUELEN SLAVIERO - ROSIMARA BARBOSA - CAMILA ALVES - LAIZA CARLA SANTOS - IZADORA SOARES - NATHÁLIA TIETZ - AMANDA SANTOS - JAQUELINE ACOSTA - NAJLA ANTONZUK - NATYELI NEVES - LARISSA GARCIA - SUZANA NICOLINI - ANNA FLÁVIA - LUANA MAÍSA - MILENA AMÂNCIO - LAURA SALVATE - IASMYN GOMES - FRANCIELLY KOGLER - LIDIANE TRAVASSOS - PATTY NAYRIANE - ELLYN FONSECA - BEATRIZ MENDONÇA - TAYSA SILVA - MARIELLA PAOLA - MARY FERNANDES - DANIELLE MEIRA - *Thays e Thamirys - ELLEN SOARES - DARLENE SOARES - MILENA RILANI - ISTEFANY GARCIA - ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA LIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - JOSIANE MEDEIROS - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADES - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 07 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Balanço-2017: o que você não viu na mídia

2017 vai chegando ao fim de forma melancólica para o Brasil. Foi um ano em que os homens que tomaram o poder em Brasília sacramentaram as mesmas políticas públicas rejeitadas reiteradamente pelo povo nas urnas.

Em vez de fazer uma retrospectiva dos principais acontecimentos do ano, resolvi fazer uma que traga alguns assuntos que foram estrategicamente esquecidos pelos conglomerados de mídia do país. Como acontece todos os anos, assuntos de grande importância não ganham o merecido destaque e acabam morrendo em notinhas de rodapé.


Por João Filho, no site The Intercept-Brasil:


Os escândalos de José Serra


Em 2016, escrevi duas colunas intituladas “O fenômeno José Serra” e “O fenômeno José Serra – Parte II”, que basicamente tratavam da capacidade de escapar ileso na grande mídia mesmo tendo seu nome envolvido em grandes escândalos. É o Houdini brasileiro! Nesses artigos tentei demonstrar que as notícias desfavoráveis ao senador seguem o padrão snapchat: ficam 24 horas no ar e depois somem.

Em 2017, José Serra continua sendo um fenômeno. Seu nome aparece em diversos casos de corrupção, mas não vemos colunistões da Globo especulando e vociferando contra ele, nem capas de revistas semanais lhe tratando como um criminoso.

Nunca mais se falou a respeito da suposta conta na Suíça em que ele teria recebido R$ 23 milhões em propinas da Odebrecht. Depois de uma manchetinha aqui e outra ali, escândalos do Serra caem em um buraco negro – um fenômeno que nunca ocorreu com Jucá, Geddel e até mesmo Aécio, que até pouco tempo atrás também desfrutava da amnésia midiática.

Eu aposto que você nem se lembra que Serra contratou uma funcionária fantasma para seu gabinete. Sim, o nome dela é Margrit Dutra Schmidt, uma grande amiga que Serra prefere chamar de Mag. E quem é a Mag? Bom, ela é ex-mulher do ex-lobista Fernando Lemos e irmã de Miriam Dutra – a polêmica ex-amante de FHC. Ela recebia salário sem jamais ter comparecido ao trabalho. Fosse qualquer outro político o protagonista desse escândalo, nós já estaríamos sabendo até a marca da ração preferida do cachorrinho da funcionária fantasma.

Nesse ano, enquanto o Titanic de Temer afundava na lama, Serra pediu demissão e saiu à francesa alegando problemas de saúde. A imprensa respeitou e ficou um bom tempo sem tocar em seu nome. Depois desse período sabático, o tucano reaparece saudável, já articulando uma candidatura para o governo de São Paulo. Há até quem fale em seu nome para a disputa do Planalto.

Graças a esse paparico midiático – e a total falta de interesse do Ministério Público em São Paulo em investigar a sério o PSDB – Serra chega ao final de 2017 mais antiaderente que panela de teflon. O tucano continua ostentando a mesma imagem dos anos 1990: um cidadão correto, pai de família, trabalhador, filho de feirantes da Móoca. Agora feche os olhos por um momento e tente imaginar como seria o tratamento midiático se o protagonista desses mesmos escândalos atendesse pelo nome de Luis Inácio.

O depoimento de Rodrigo Tacla Duran

Este é um assunto que definitivamente não interessou nem um pouco à imprensa. Tacla Duran é um ex-advogado da Odebrecht acusado pela Lava Jato por envolvimento nas fraudes de licitações da Petrobrás. Segundo o Ministério Público, o seu escritório era responsável por lavar a grana das propinas das construtoras envolvidas no esquema.

Ele atuava como doleiro e foi preso no final de 2016 na Espanha, mas não pôde ser extraditado por ter cidadania espanhola e, portanto, responde o processo em liberdade.

Desde agosto, Tacla Duran tem acusado o advogado Carlos Zucolotto, padrinho de casamento de Sergio Moro e ex-sócio de sua mulher, de negociar clandestinamente uma delação premiada. O doleiro afirma que Zucolotto teria oferecido abrandamento da pena e diminuição da multa em troca de um pagamento de R$5 milhões, que seria feito por caixa dois.

Sergio Moro se pronunciou apenas uma vez sobre o caso. Afirmou que o amigo é “sério e competente” e que é “lamentável que a palavra de um acusado foragido da Justiça brasileira seja utilizada para levantar suspeitas infundadas sobre a atuação da Justiça”.

Ora, ora. Se a espinha dorsal da Lava Jato está baseada em delações de criminosos, por que justamente agora devemos desqualificar a declaração de um? É claro que, como qualquer delator da Lava Jato, Tacla Duran pode estar mentindo. Mas depois das provas apresentadas por ele em uma sessão da CPI da JBS, fica difícil desacreditar completamente no doleiro.

Durante depoimento de quase quatro horas via teleconferência, Duran apresentou imagens de conversas por celular em que o padrinho de casamento de Sergio Moro admite que está intermediando os detalhes do acordo de delação com um misterioso “DD”. Duran submeteu as imagens à perícia da Associação Espanhola de Peritos, que garantiu serem verdadeiras.

E qual foi a reação de Zucolotto, Moro e cia diante do depoimento de Duran na CPI? Nenhuma. Silêncio absoluto. Zucolotto não apareceu nem para negar que houve a conversa.

Os integrantes da Lava Jato, que reiteradamente opinam sobre acontecimentos políticos que estão fora da sua alçada de trabalho e só faltam convocar coletiva para comentar rodada do Brasileirão, se calaram diante das acusações.

Curiosamente, no mesmo dia em que Duran prestou depoimento na CPI, a esposa de Sergio Moro deletou a página “Eu moro com ele”.

A grande mídia, que nunca viu problema em dar manchete às declarações de delatores, silenciou sobre o caso de forma constrangedora. Tirando uma notinha aqui e outra ali, o depoimento de Tacla Duran na CPI foi tratado com o mais absoluto desprezo e passou longe das capas dos jornais e portais. Não teve uma grande empresa interessada em mandar um jornalista para Espanha e fazer uma grande reportagem sobre o assunto. Essa tarefa coube aos sites de jornalismo com estrutura infinitamente menor, como DCM, GGN , O Cafezinho, Nexo e outros.

Cúpula da Igreja Universal é acusada de comandar rede internacional de tráfico de crianças

Um repugnante silêncio tomou conta da imprensa brasileira diante das gravíssimas acusações que a emissora TVI, líder de audiência em Portugal, está fazendo contra Edir Macedo e a cúpula da Igreja Universal. Depois de uma investigação que durou sete meses, as jornalistas Alexandra Borges e Judite França reuniram fartas e contundentes provas que sustentam a participação da Igreja Universal em tráfico internacional de crianças.

Atuando desde 1989 em Portugal, a Igreja Universal administrava um abrigo para crianças carentes em Lisboa, batizado de Lar Universal, que funcionou ilegalmente entre 1994 e 2001. Mães em situação de vulnerabilidade deixavam seus filhos aos cuidados do abrigo, mas depois de algum tempo nunca mais os viam. Sem o consentimento das mães, as crianças eram adotadas por bispos e pastores da Igreja Universal ao redor do mundo.

Segundo a TVI, os três netos de Edir Macedo foram roubados de suas mães biológicas. O bispo Romualdo, integrante da cúpula da igreja, também teria adotado uma criança da mesma maneira.

A reportagem virou um documentário de dez episódios que vêm sendo exibidos na TV portuguesa durante as últimas duas semanas. Há apresentação de diversos documentos e depoimentos de pais e mães que tiveram seus filhos roubados. A Igreja Universal nega tudo e diz que irá processar a emissora.

No Brasil, não há um grande veículo sequer tratando seriamente do assunto. Nem o MBL, sempre muito preocupado com as criancinhas, se pronunciou sobre esse caso tenebroso. A Folha de São Paulo foi a única que, ainda que timidamente, publicou algo sobre o assunto. Todas as outras grandes empresas de comunicação estão caladas. Até mesmo a Globo, que nunca perdeu uma oportunidade de tirar uma casquinha da Record, noticiou a acusação. Como a Globo foi recentemente envolvida no Fifagate, fica até parecendo que foi firmado um acordo de cessar-fogo entre as empresas.

É um caso assombroso envolvendo o dono de um império. Edir Macedo é dono de emissora de televisão, comanda (mesmo que não oficialmente) um importante partido político e está a frente de uma igreja que possui aproximadamente 9,5 milhões de fiéis em mais de 100 países. Trata-se de uma bomba nuclear, mas nossos oligopólios de mídia silenciam como se fosse uma biribinha de festa junina.

Os 10 episódios podem ser vistos no Youtube. A jornalista Cynara Menezes tem abordado o assunto em seu blog.

Escolhi esses três assuntos, mas há vários outros importantes que também não tiveram uma cobertura adequada dos grandes grupos de mídia. Escreva nos comentários qual pauta relevante que você acha que foi relegado a segundo plano no noticiário em 2017. Desejo um bom final de ano a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...