APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - JOALHERIA OURO BRANCO 44 9839-3200 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA lIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA-REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADE - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 6 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Augusto Roa Bastos


Por Renato Roschel.

Augusto Roa Bastos nasceu no dia 13 de junho de 1917, em Assunção, no Paraguai. Viveu parte de sua infância na vila rural indígena de Iturbe a qual aparece em suas obras com o nome de Itapé, onde seu pai, de temperamento autoritário, comandava uma refinaria de açúcar.

O gosto pela literatura foi incentivado por sua mãe, que o fez ler a Bíblia e as obras de Shakespeare, além de tê-lo iniciado na arte da narração ao contar-lhe lendas paraguaias no idioma guarani.

Já no colégio, seu tio o iniciou na leitura de clássicos espanhóis. Roa publicou seu primeiro livro, a coleção de contos "El trueno entre las hojas", durante o exílio em Buenos Aires provocado por um governo militar repressor. Com fortes convicções ideológicas, foi voluntário na Guerra do Chaco, correspondente na Europa durante a Segunda Guerra Mundial, e acabou obrigado a exilar-se na Argentina e depois na França, onde lecionou literatura Hispano-Americana e Língua e Cultura Guarani na Universidade de Toulouse. Em 1982, teve a sua cidadania paraguaia cassada, mas obteve um ano depois a cidadania espanhola. Com o fim da ditadura de Stroessner em 1989, retornou a Assunção, onde viveu até sua morte. Durante toda sua vida Roa trabalhou com jornalista, correspondente, roteirista de cinema, carteiro, dramaturgo e professor.

Doutor honoris causa por diversas universidade hispano-americanas, européias e norte-americanas, Roa Bastos teve a sua obra traduzida para 25 idiomas. Foi considerado um dos mestres literários do século, recebeu em 1989 o Prêmio Cervantes, o mais importante concedido a escritores de expressão hispânica.

Ele escreveu o melhor livro da literatura paraguaia e um dos melhores da latino-americana: "Eu o Supremo", uma obra que retrata magistralmente a figura de José Gaspar Rodrígues de Francia, um ditador que comandou o Paraguai durante 27 anos.

Para muitos, Francia foi uma espécie de fundador do Paraguai, que desafiou, na sua época, grandes potências como o Japão. Sua política de relações internacionais era baseada na desconfiança e sua idéia de nação buscava criar um país auto-suficiente, comandado apenas por ele e ninguém mais.

Francia não foi apenas objeto para uma obra de Roa. Ele também teve sua figura retratada pelo ensaio "Dr. Francia", escrito em 1844 por Thomas Carlyle, que, no texto, reclama das referências maldosas e incompletas que havia encontrado a respeito do ditador. Aliás, Carlyle afirma que se fazia mais que necessária "some biography of Francia by a native!" (uma biografia de Francia feita por uma nativo).

Roa Bastos, de certa forma, atendeu ao pedido de Carlyle e acabou por produzir uma obra fenomenal.

Exílio

Roa Bastos viveu exilado na Argentina e na França por mais de 40 anos, durante o regime do ditador paraguaio Alfredo Stroessner (1954-1989). Autorizado a visitar o país em três ocasiões durante seu exílio, o escritor foi definitivamente expulso em 1982 e só regressou à sua terra natal após a derrubada do ditador Stroessner que viveu exilado em Brasília até 16 de agosto de 2006 quando morreu.

Stroessner chegou a proibir a venda de "Eu, o Supremo" no país _para o público, o retrato que Roa Bastos fez de Rodríguez de Francia, que governou o Paraguai com mão-de-ferro após a independência do país, em 1811, repetia-se nos desmandos de Stroessner.

O exílio forçado marcou profundamente Roa Bastos. "Mesmo os cães sentem-se mal quando são expulsos de algum lugar. Imagine o que é isso para um homem", disse o autor em entrevista. Sua obra é intimamente ligada à sua terra natal.

Roa Bastos também foi marcado pela guerra entre Paraguai e Bolívia (1932-1935), pelo controle da zona desértica do Chaco, na qual participou como assistente de enfermagem, aos 15 anos. Ao fim do conflito, iniciou sua carreira no jornal paraguaio "El País", onde chegou a chefe de redação e correspondente em Londres, após a Segunda Guerra Mundial.

Paralelamente, ele começou a escrever poemas e publicou em 1941 sua primeira novela, "Fulgencio Miranda". O paraguaio era um leitor apaixonado por autores como Rilke, Cocteau e Faulkner.

Em março de 2005, Roa Bastos foi abandonado e roubado em mais de US$ 26 mil por sua ex-assistente, segundo uma denúncia apresentada na Justiça e divulgada pela imprensa do país.

A denúncia foi feita contra Cesarina Cabañas, mais conhecida como Karina Cabañas, a quem a filha do escritor, Mirta Roa Mascheroni, acusa de "furto agravado por lesão grave, abandono e exposição de pessoa a perigo de vida e integridade física", segundo publicou o jornal Ultima Hora.

A filha de Bastos residente na Venezuela, fez a denúncia em dezembro de 2004, quando foi visitar o pai nas festas de fim de ano, mas só em 2005 o caso tornou-se público. Segundo Mirta, seu pai foi hospitalizado em setembro de 2004 com um problema cardíaco, porque sua vizinha Aurora Mena, telefonou para o sobrinho do escritor Antonio Escalada Roa para informar sobre o estado de saúde do tio e dizer que a assistente que deveria cuidar dele não se encontrava em casa.

Segundo o jornal paraguaio, Roa Bastos foi encontrado pelo sobrinho em seu apartamento "em estado calamitoso e total abandono" e pediu à polícia que recupere os US$ 26,9 que o escritor guardava em uma maleta. Acrescenta que a maleta continha US$ 45 mil que o escritor ganhou por direitos autorais e conferências realizadas em Buenos Aires.

Segundo a denúncia, Karina Cabañas, dopava o escritor para que pudesse deixar a casa e construir outra, com o dinheiro do patrão. O juiz Oscar Delgado expediu um pedido de prisão contra ela.

O escritor e poeta paraguaio Augusto Roa Bastos, um dos principais autores latino-americanos, morreu no dia 26 de abril de 2005, aos 87 anos, em um hospital de Assunção. Roa Bastos faleceu devido a um ataque cardíaco oriundo de complicações da cirurgia a que foi submetido após cair e bater a cabeça em sua casa, quatro dias antes de sua morte.

Bibiografia

"Lucha Hasta el Alba" (1931) *

"El Ruiseñor de la Aurora" (1942) *

"La Inglaterra que Yo Vi" (1946) *

"El Trueno entre las Hojas" (1953) *

"Hijo de Hombre" (1960) *

"El Naranjal Ardiente" (1960) *

"El Baldío" (1966) *

"Madera Quemada" (1967) *

"Los Pies sobre l Agua" (1967)

"Moriencia" (1969) *

"Cuerpo Presente" (1971) *

"Eu o Supremo" (1974) Ed. Paz e Terra

"Los Juegos: 1: Carolina y Gaspar" (1979) *

"Antología Personal" (1980) *

"Contar un Cuento y Otros Relatos" (1984) *

"Carta Abierta a Mi Pueblo" (1986) *

"El Tiranosaurio del Paraguay da Sus Últimas Boqueadas" (1986)

"El Texto Cautivo: El Escritor y Su Obra..." (1990)

"Vigília do Almirante" (1992) ed. Mirabilia

"O Fiscal" (1993) Ed. Alfaguara

"Contravida" (1994) ed. Ediouro

"Madama Sui" (1995) *

"Metamorfosis" (1996) *

"La Tierra Sin Mal" (1998) *

Prêmios
- Concurso Internacional de Novelas Editorial Losada (1959)
- Prêmio de las Letras Memorial de América Latina (1988)
- Prêmio Cervantes (1989)

Fontes:
http://www.speculum.art.br/bio.php?a_id=1372
ROA BASTOS, Augusto. Eu o supremo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977
Folha de S. Paulo
Revista Época

www.estadao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...