APRESENTADO A COMARCA PARA O MUNDO E O MUNDO PARA A COMARCA

TEMOS O APOIO DE INFOMANIA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA Fones 9986 1218 - 3432 1208 - AUTO-MECÂNICA IDEAL FONE 3432-1791 - 9916-5789 - 9853-1862 - JOALHERIA OURO BRANCO 44 9839-3200 - NOVA ÓTICA Fone (44) 3432 -2305 Cel (44) 8817- 4769 Av. Londrina, 935 - Nova Londrina/PR - VOCÊ É BONITA? VENHA SER A PRÓXIMA BELA DA SEMANA - Já passaram por aqui: ARYY SILVA - ARIANE SILVA - MAYARA TEIXEIRA - MAYARA TAKATA - PAOLA ALVES - MORGANA VIOLIM - MAIQUELE VITALINO - BRENDA PIVA - ESTEFANNY CUSTÓDIO - ELENI FERREIRA - GIOVANA lIMA - GIOVANA NICOLINI - EVELLIN MARIA - LOHAINNE GONÇALVES - FRANCIELE ALMEIDA - LOANA XAVIER - GABRIELA CRUZ- KARINA SPOTTI - TÂNIA OLIVEIRA - RENATA LETÍCIA - TALITA FERNANDA - JADE CAROLINA - TAYNÁ MEDEIROS - BEATRIZ FONTES - LETYCIA MEDEIROS - MARYANA FREITAS - THAYLA BUGADÃO NAVARRO - LETÍCIA MENEGUETTI - STEFANI ALVES - CINDEL LIBERATO - RAFA-REIS - BEATRYZ PECINI - IZABELLY PECINI - THAIS BARBOSA - MICHELE CECCATTO - JOICE MARIANO - LOREN ZAGATI - GISELE BERNUSSO - RAFAELA RAYSSA - LUUH XAVIER - SARAH CRISTINA - YANNA LEAL - LAURA ARAÚJO TROIAN - GIOVANNA MONTEIRO DA SILVA - PRISCILLA MARTINS RIL - GABRIELLA MENEGUETTI JASPER - MARIA HELLOISA VIDAL SAMPAIO - HELOÍSA MONTE - DAYARA GEOVANA - ADRIANA SANTOS - EDILAINE VAZ - THAYS FERNANDA - CAMILA COSTA - JULIANA BONFIM - MILENA LIMA - DYOVANA PEREZ - JULIANA SOUZA - JESSICA BORÉGIO - JHENIFER GARBELINI - DAYARA CALHEIROS - ALINE PEREIRA - ISABELA AGUIRRE - ANDRÉIA PEREIRA - MILLA RUAS - MARIA FERNANDA COCULO - FRANCIELLE OLIVEIRA - DEBORA RIBAS - CIRLENE BARBERO - BIA SLAVIERO - SYNTHIA GEHRING - JULIANE VIEIRA - DUDA MARTINS - GISELI RUAS - DÉBORA BÁLICO - JUUH XAVIER - POLLY SANTOS - BRUNA MODESTO - GIOVANA LIMA - VICTÓRIA RONCHI - THANYA SILVEIRA - ALÉKSIA LAUREN - DHENISY BARBOSA - POLIANA SENSON - LAURA TRIZZ - FRANCIELLY CORDEIRO - LUANA NAVARRO - RHAYRA RODRIGUES - LARISSA PASCHOALLETO - ALLANA BEATRIZ - WANDERLÉIA TEIXEIRA CAMPOS - BRUNA DONATO - VERÔNICA FREITAS - SIBELY MARTELLO - MARCELA PIMENTEL - SILVIA COSTA - JHENIFER TRIZE - LETÍCIA CARLA -FERNANDA MORETTI - DANIELA SILVA - NATY MARTINS - NAYARA RODRIGUES - STEPHANY CALDEIRA - VITÓRIA CEZERINO - TAMIRES FONTES - ARIANE ROSSIN - ARIANNY PATRICIA - SIMONE RAIANE - ALÉXIA ALENCAR - VANESSA SOUZA - DAYANI CRISTINA - TAYNARA VIANNA - PRISCILA GEIZA - PATRÍCIA BUENO - ISABELA ROMAN - RARYSSA EVARISTO - MILEIDE MARTINS - RENATHA SOLOVIOFF - BEATRIZ DOURADO - NATALIA LISBOA - ADRIANA DIAS - SOLANGE FREITAS - LUANA RIBEIRO - YARA ROCHA - IDAMARA IASKIO - CAMILA XAVIER - BIA VIEIRA - JESSICA RODRIGUES - AMANDA GABRIELLI - BARBARA OLIVEIRA - VITORIA NERES - JAQUE SANTOS - KATIA LIMA - ARIELA LIMA - MARIA FERNANDA FRANCISQUETI - LARA E LARISSA RAVÃ MATARUCO - THATY ALVES - RAFAELA VICENTIN - ESTELLA CHIAMULERA - KATHY LOPES - LETICIA CAVALCANTE PISCITELI - VANUSA SANTOS - ROSIANE BARILLE - NATHÁLIA SORRILHA - LILA LOPES - PRISCILA LUKA - SAMARA ALVES - JANIELLY BOTA - ELAINE LEITE CAVALCANTE - INGRID ZAMPOLLO - DEBORA MANGANELLI - MARYHANNE MAZZOTTI - ROSANI GUEDES - JOICE RUMACHELLA - DAIANA DELVECHIO - KAREN GONGORA - FERNANDA HENRIQUE - KAROLAYNE NEVES TOMAS - KAHENA CHIAMULERA - MACLAINE SILVÉRIO BRANDÃO - IRENE MARY - GABRIELLA AZEVEDO - LUANA TALARICO - LARISSA TALARICO - ISA MARIANO - LEIDIANE CARDOSO - TAMIRES MONÇÃO - ALANA ISABEL - THALIA COSTA - ISABELLA PATRICIO - VICTHORIA AMARAL - BRUNA LIMA - ROSIANE SANTOS - LUANA STEINER - SIMONE OLIVEIRA CUSTÓDIO - MARIELLE DE SÁ - GISLAINE REGINA - DÉBORA ALMEIDA - KIMBERLY SANTOS - ISADORA BORGHI - JULIANA GESLIN - BRUNA SOARES - POLIANA PAZ BALIEIRO - GABRIELA ALVES - MAYME SLAVIERO - GABRIELA GEHRING - LUANA ANTUNES - KETELEN DAIANA - PAOLLA NOGUEIRA - POLIANY FERREIRA DOS ANOS - LUANA DE MORAES - EDILAINE TORRES - DANIELI SCOTTA - JORDANA HADDAD - WINY GONSALVES - THAÍSLA NEVES - ÉRICA LIMA CABRAL - ALEXIA BECKER - RAFAELA MANGANELLI - CAROL LUCENA - KLAU PALAGANO - ELISANDRA TORRES - WALLINA MAIA - JOYCE SAMARA - BIANCA GARCIA - SUELEN CAROLINE - DANIELLE MANGANELLI - FERNANDA HARUE - YARA ALMEIDA - MAYARA FREITAS - PRISCILLA PALMA - LAHOANA MOARAES - FHYAMA REIS - KAMILA PASQUINI - SANDY RIBEIRO - MAPHOLE MENENGOLO - TAYNARA GABELINI - DEBORA MARRETA - JESSICA LAIANE - BEATRIS LOUREIRO - RAFA GEHRING - JOCASTA THAIS - AMANDA BIA - VIVIAN BUBLITZ - THAIS BOITO - SAMIA LOPES - BRUNA PALMA - ALINE MILLER - CLEMER COSTA - LUIZA DANIARA – ANA CLAUDIA PICHITELLI – CAMILA BISSONI – ERICA SANTANA - KAROL SOARES - NATALIA CECOTE - MAYARA DOURADO - LUANA COSTA - ANA LUIZA VEIT - CRIS LAZARINI - LARISSA SORRILHA - ROBERTA CARMO - IULY MOTA - KAMILA ALVES - LOISLENE CRISTINA - THAIS THAINÁ - PAMELA LOPES - ISABELI ROSINSKI - GABRIELA SLAVIERO - LIARA CAIRES - FLÁVIA OLIVEIRA - GRAZI MOREIRA - JESSICA SABRINNI - RENATA SILVA -SABRINA SCHERER - AMANDA NATALIÊ - JESSICA LAVRATE - ANA PAULA WESTERKAMP- RENATA DANIELI - GISELLY RUIZ - ENDIARA RIZZO - *DAIANY E DHENISY BARBOSA - KETLY MILLENA - MICHELLE ENUMO - ISADORA GIMENES - GABRIELA DARIENSO - MILENA PILEGI - TAMIRES ONISHI - EVELIN FEROLDI - ELISANGELA SILVA - PAULA FONTANA CAVAZIM - ANNE DAL PRÁ - POLLIANA OGIBOWISKI - CAMILA MELLO - PATRICIA LAURENTINO - FLOR CAPELOSSI - TAMIRES PICCOLI - KATIELLY DA MATTA - BIANCA DONATO - CATIELE XAVIER - JACKELINE MARQUES - CAROL MAZZOTTI - DANDHARA JORDANA - BRENDA GREGÓRIO - DUDA LOPES - MILENA GUILHEN - MAYARA GREGÓRIO - BRUNA BOITO - BETHÂNIA PEREIRA - ARIELLI SCARPINI - CAROL VAZ - GISELY TIEMY -THAIS BISSONI - MARIANA OLIVEIRA - GABRIELA BOITO - LEYLLA NASCIMENTO - JULIANA LUCENA- KRISTAL ZILIO - RAFAELA HERRERA - THAYANA CRISTINA VAZ - TATIANE MONGELESKI - NAYARA KIMURA - HEGILLY CORREIA MIILLER - FRANCIELI DE SANTI - PAULA MARUCHI FÁVERO - THAÍS CAROLINY - IASMIM PAIVA - ALYNE SLAVIERO - ISABELLA MELQUÍADE - ISABELA PICOLLI - AMANDA MENDES - LARISSA RAYRA - FERNANDA BOITO - EMILLY IZA - BIA MAZZOTTI - LETICIA PAIVA - PAOLA SLAVIERO - DAIANA PISCITELLE - ANGELINA BOITO - TALITA SANTOS Estamos ha 6 anos no ar - Mais de 700 acessos por dia, mais de um milhão de visualizações - http://mateusbrandodesouza.blogspot.com.br/- Obrigado por estar aqui, continue com a gente

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Os filhos do Cunha e o desespero de Temer

Reportagem publicada no jornal O Globo neste sábado (29) deve ter causado angústia no presidiário Eduardo Cunha e desespero nos usurpadores que assaltaram o Palácio do Planalto. Ela informa que a força-tarefa da Lava-Jato investiga os dois filhos do correntista suíço – Danielle e Felipe Dytz da Cunha – pelo crime de lavagem de dinheiro.


Por Altamiro Borges.

O ex-presidente da Câmara Federal, que foi descartado por seus comparsas após a concretização do "golpe dos corruptos", já disse várias vezes que não vai se calar caso sua família seja presa. Ele ameaçou ligar o ventilador no esgoto para atingir todos os que o traíram após o trabalho sujo do impeachment. O Judas Michel Temer está na linha de tiro!
   

Segundo a reportagem, assinada por Paulo Celso Pereira e Jailton de Carvalho, "as investigações da Operação Lava-Jato sobre os supostos crimes do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) passaram agora a atingir mais um filho do deputado: Felipe Dytz da Cunha. O Ministério Público Federal apura se Felipe e a irmã Danielle Dytz da Cunha, ambos filhos do primeiro casamento do ex-deputado, cometeram atos de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema montado pelo pai. A força-tarefa de Curitiba passou a investigá-los depois de descobrir que a GDAV, empresa em nome de Felipe e Danielle, recebeu R$ 1 milhão da Gol Linhas Aéreas entre 2012 e 2015".

A propina da Gol Linhas Aéreas

"Os recursos foram intermediados pela agência Almap Publicidade e Comunicação, conforme documentos que deram base ao pedido de prisão de Cunha, apresentado pelo Ministério Público. No mesmo período, empresas vinculadas ao grupo Gol Linhas Aéreas repassaram mais de R$ 2 milhões a Jesus.com e C3 Atividades de Internet, empresas em nome de Cunha, Danielle e Cláudia Cruz, atual mulher do ex-parlamentar. Até ser preso, na semana passada, Cunha deixava claro que estava preocupado com os avanços da Lava-Jato, mas o que mais queria era preservar a mulher e os filhos. Os laços financeiros dele com a mulher Cláudia Cruz já estavam em investigação avançada. Mas a descoberta das movimentações nas contas dos filhos o deixou alarmado na prisão".

Danielle Dytz já era alvo de investigação devido ao uso de um cartão de crédito lastreado em um das trusts de Eduardo Cunha. Os advogados, porém, avaliavam que ela não seria denunciada pela Lava-Jato, já que recebeu o cartão do pai e não tinha responsabilidade sobre as movimentações financeiras. Agora, a situação dos dois filhos se complica. "A avaliação de Eduardo Cunha é que, ao contrário do que ocorreu quando surgiram as primeiras denúncias contra Danielle, agora será difícil convencer o Judiciário de que ela e Felipe – maiores de idade e sócios da empresa – não tinham conhecimento de que a empresa deles estava sendo usada para lavagem de dinheiro, fruto de atividades ilegais".

Ainda segundo a matéria, a descoberta do repasse também deve levar para o centro das investigações os donos da Gol Linhas Aéreas. A empresa é suspeita de pagar propina ao deputado para que ele defendesse os seus interesses no parlamento. Quando da prisão de Eduardo Cunha, os procuradores informaram que não havia qualquer indício de que a GDAV e a Jesus.com “tenham prestado algum serviço efetivo de publicidade compatível com os valores repassados”... [Os donos da empresa aérea] deverão ser chamados para explicar os repasses a Cunha e aos filhos do ex-deputado. Procuradores suspeitam que os pagamentos seriam parte de suposta propina da Gol para Cunha no período em que ele era um dos parlamentares mais influentes do Congresso Nacional".

Repatriação de recursos no exterior é negada

O temor do presidiário de que sua mulher e seus filhos também acabem na cadeia cresce a cada dia que passa. Na semana passada, a Justiça Federal em Brasília negou o pedido de Cláudia Cruz para participar do programa de repatriação de recursos enviados ilegalmente ao exterior. A decisão da juíza Diana Maria Wanderlei da Silva, da 5ª Vara da Justiça Federal, levou em conta que "há indícios veementes, e que precisam ser esclarecidos, de que os recursos e bens, os quais a demandante pretende a regularização como lícitos, podem ser oriundos da persecução de crimes perpetrados, e, por conseguinte, não sejam de titularidade da parte autora, se forem considerados ilícitos".

Também na semana passada, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou um pedido de liberdade feito pela defesa de Eduardo Cunha. O correntista suíço está detido na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde 19 de outubro. O desembargador responsável pela rejeição do habeas corpus citou o desprezo à lei e à Justiça, ao dizer que o ex-presidente da Câmara Federal recebeu propina enquanto era parlamentar. Segundo a imprensa, o valentão já dá sinais de desânimo na cadeia, o que só deve crescer com a notícia sobre a investigação contra os seus filhos. Seu isolamento também se agrava. A revista Época postou que a sua primeira mulher, Cristina Dytz, "está angustiada com a exposição dos filhos na Lava-Jato" e "tem dito que o ex-marido deveria responder sozinho pelo que fez".

Neste cenário de desespero, alguns "calunistas" da mídia já dão como certa a delação do presidiário. Reinaldo Azevedo, o falso moralista da revista Veja, nem esconde seu temor com os impactos destas revelações, que podem implodir o covil golpista de Michel Temer. Diante do pânico que se espalhou no Palácio do Planalto e nas redações da mídia, o demo Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, até tentou acalmar os falsos moralistas. Num evento para a elite empresarial em São Paulo, na semana passada, ele garantiu que a delação atingiria, "no máximo", 50 deputados federais e 15 empresas. A previsão "otimista", porém, não convenceu nem os ricaços presentes. Alguns já tremem de medo!

O demo também garantiu que a possível delação não atingirá "o presidente" Michel Temer. Mas não é o que parece. Logo que soube da prisão do seu fiel aliado, ele antecipou o retorno da sua viagem de negócios a Tóquio. Na ocasião, o jornal argentino Clarín revelou que o usurpador convocou reunião de emergência para "conter a desgraça". A matéria ainda destacou que o primeiro alvo do vingativo Eduardo Cunha seria Moreira Franco, homem de confiança de Michel Temer, e que a delação poderia tumultuar a correlação de forças no parlamento. Já a mídia brasileira, com o seu chapa-branquismo descarado, ainda tenta evitar o clima de pânico, mas não está nada fácil. 

"O tesoureiro informal do PMDB"

Em uma longa reportagem na semana passada, a revista Época, da famiglia Marinho, informou que "ação de Cunha como arrecadador informal do PMDB em 2014 pode afetar Temer". Ela lembra que o lobista sempre manteve sólidas relações com poderosos empresários. "Ele conhecia todo mundo que doava e conhecia no PMDB todo mundo que receberia, ou deveria receber, o dinheiro. Tornara-se, de certa maneira, um tesoureiro informal do PMDB. Agora, esse tesoureiro está preso pela Lava-Jato – e seus segredos não estão somente na Suíça. Cunha, portanto, conhece como ninguém os bastidores da arrecadação do PMDB em 2014. Meticuloso, ele guardou documentos e anotou todos os detalhes, incluindo valores e destinatários, das doações – legais e ilegais – daquela campanha".

"Nelas, há até datas e locais de encontros com empresários, lobistas e políticos do PMDB. Na pauta, sempre o dinheiro de campanha. 'Ou dinheiro pago durante a campanha', disse ele recentemente a amigos, com leve ironia. Ele se referia ao fato muito conhecido, nos bastidores do poder, de que eleições são oportunidades para políticos ganharem dinheiro. Afinal, uma vez na posse das contribuições, legais ou ilegais, dos empresários, um político pode usá-las para produzir santinhos – ou produzir saldo em contas na Suíça. Nos últimos meses, conforme a perspectiva de que fosse preso tornava-se cada vez mais próxima, Eduardo Cunha, percebendo-se sem saída, reuniu os documentos e organizou as anotações. Passava os dias – e as madrugadas – consultando os arquivos, em papel e no computador, e a memória. Criou pastas para cada alvo".

Não é para menos que Eduardo Cunha já ganhou o título de "homem-bomba". Caso não aguente as noites frias na carceragem de Curitiba e, pior ainda, veja o fim da blindagem à sua família, ele deverá topar a delação premiada. "Cunha sabe que dificilmente sairá da cadeia, mesmo que seja em alguns anos, sem fechar uma delação. Sabe também que sua família corre risco considerável de ter o mesmo destino dele. E, para fechar uma delação, ele sabe ainda que os procuradores exigirão, além de uma inequívoca admissão de culpa, uma quantidade formidável de novos casos de corrupção – e provas sobre casos em andamento. A extensa lista dos fatos que se dispõe a esclarecer, caso as autoridades topem, começa precisamente por seu papel como tesoureiro informal na campanha de 2014".

A matéria da Época ainda acrescenta em tom de preocupação. "Cunha tem informações que podem ser determinantes para o desenrolar da investigação que o Tribunal Superior Eleitoral conduz sobre as contas da chapa que elegeu Dilma como presidente e Temer como vice. Já há provas abundantes de que o dinheiro do petrolão abasteceu, seja no caixa oficial, seja no caixa dois, a chapa de Dilma-Temer. Se os ministros do TSE avançarem no processo, Michel Temer pode, no limite, ser cassado – e perder a Presidência, forçando uma eleição indireta, via Congresso. Hoje, Temer e seus advogados fazem de tudo para tentar separar as contas do PT e do PMDB. Ainda não obtiveram sucesso".

"Eu quero falar, eu vou falar"

Na semana passada, o presidiário já havia sinalizado que deseja firmar o acordo da delação premiada. Segundo o Jornal do Brasil, "o deputado cassado Eduardo Cunha afirmou a seus advogados que está disposto a prestar informações para colaborar com as investigações da Lava-Jato. 'Eu quero falar, eu vou falar', teria afirmado... Processado por corrupção e lavagem de dinheiro, ele está sujeito à uma sentença que, em tese, pode ultrapassar 20 anos, caso o juiz federal Sergio Moro opte por condená-lo às penas máximas previstas pelos delitos a que responde". Se for fechado com o MPF o acordo sobre sua delação, ele ficaria preso por um período mínimo de três anos. Segundo relato de uma fonte ligada ao correntista suíço, "a questão agora é preservar a sua família, salvar a sua mulher".

Como apontou Bernardo Mello Franco, um dos poucos jornalistas críticos que ainda restam na Folha tucana, "a prisão de Eduardo Cunha deu um baque no governo de Michel Temer e pôs fim à ilusão de que a tormenta teria ficado para trás. Depois de semanas de calmaria, o novo regime volta a navegar em mar revolto, com o vento soprando forte a partir de Curitiba. A ameaça de uma delação premiada espalhou pânico em Brasília. Daqui para a frente, passará a perturbar o sono de parlamentares, de ministros e do presidente Michel Temer, velho aliado do novo detento".

"No pedido de prisão, o Ministério Público deixa claro que o correntista suíço nunca deixou o núcleo do poder. 'Mesmo afastado da Câmara dos Deputados, Cunha ainda mantém influência nos seus correligionários, tendo participado de indicações de cargos políticos do governo Temer', afirmam os procuradores. O ex-deputado pode ter sumido dos palácios, mas seus apadrinhados continuam lá... Quem aposta no silêncio do ex-deputado pode botar as barbas de molho. Antes de virar réu, ele disse que não entraria na mira da Lava Jato. Entrou. Depois disse que não perderia o mandato. Perdeu. Nos últimos dias, repetia que não fará delação premiada. Alguém acredita?".

Via – Blog do Miro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...